Publicado em Deixe um comentário

Flúor, cárie e Tireoide. O que tem em comum?

Tireoide, cárie e flúor. O que esses três têm em comum?

A tireoide tem um relacionamento desastroso com o flúor, este sujeito é um elemento químico potente contra as cáries e por conta disto, está presente em produtos consumidos por nós.

Tireoide tem a ver o que mesmo com o flúor?

Mas não podemos apagar os malefícios do flúor por conta do combate as cáries, mesmo que ele fosse o único elemento que fizesse esse serviço e acredite: Não é!

O flúor é tão perigoso que, na página do Ministério da Saúde há um alerta da quantidade de creme ou gel dental com flúor que deve ser colocada na escova de dente das crianças: Uma porção do tamanho de um GRÃO de ARROZ. Já para adultos, profissionais indicam uma porção do tamanho de um GRÃO de ERVILHA.

Estas indicações de porções evitam os malefícios do flúor no organismo, mas se houver alguma ingestão do creme dental, aí já era. Não adiantou reduzir a porção. Será que nós realmente não engolimos um pouquinho na escovação? Imaginem as crianças.

Hora, se o flúor é um componente químico tão perigoso, não deveríamos procurar uma opção mais saudável? Claro que sim, e temos excelentes opções, sejam naturais ou processadas.

Mas o que isso tem a ver com a TIREOIDE? Tudo, o flúor que ingerimos agride frontalmente nossa tireoide. Seja pelo consumo da água pública fluorada, por creme dental e até em alguns alimentos. Por isso devemos eliminar o máximo possível de fontes desse elemento. Podemos eliminar tudo? Acho pouco provável, mas trocar seu gel dental atual por um SEM FLÚOR, já é um bom começo.

Estudos comprovam a relação da tireoide com o flúor

Um estudo clínico identificou que doses de 2 a 3 miligramas de flúor por dia podem ser suficientes para reduzir a atividade da tireoide em pacientes com hipertireoidismo.

Outra análise recente realizada nos Estados Unidos, estima que o adulto americano consome cerca de 3 mg de flúor ao dia e este número pode ser expandido para 6 ou 9 mg. É possível que no Brasil, o consumo seja semelhante.

A preocupação é a dose recebida por crianças, a ingestão de 7 mg ao dia coloca a criança em risco de disfunção endócrina. Há uma estimativa de que crianças entre 1 e 3 anos que consumam mais de 1,5 mg de flúor por dia, recebem 2x mais que a quantidade necessária para induzir a alteração na função da tireoide.

Então o que fazer? Bem, sobre o problema do uso de dentifrícios com flúor, há boas opções de geles dentais sem flúor. Uma dica é procurar produtos que contenham própolis.

As diversas propriedades atribuídas à própolis como efeito antimicrobiano, anti-inflamatório, cicatrizante entre outros são amplamente estudados e comprovados pela área científica. Devido a todas essas propriedades, esse produto natural desperta interesse na odontologia, vários estudos foram realizados para observar a aplicação e o uso da própolis na prevenção e tratamento de problemas relacionados à saúde bucal (inclusive a cárie).

Sugestão de Gel Dental sem Flúor faz bem a tireoide

Minha sugestão é o uso do gel dental da Forever Living, o Forever Bright Toothgel, um gel dental de alta qualidade e não fluorado.

O Forever Bright Toothgel é considerado o melhor creme dental do mundo. A sinergia dos componentes aumenta o efeito cicatrizante, o potencial anti-inflamatório, antiviral, bactericida e fungicida.

Creme dental à base do puro gel de Aloe vera barbadensis Miller estabilizado (35,5%), mentol e própolis. Excelente para a saúde e proteção dos dentes, gengivas, mucosa bucal e do organismo. Contém ainda clorofila, flavorizantes naturais de hortelã e menta.

Foi eleito o gel dental que menos agride o esmalte do dente, responsável pela defesa contra cáries. Ele obteve o menor índice de abrasividade em relação aos cremes dentais do mercado.

Ah, esqueci, também clareia os dentes!

Compre seu Forever Bright Toothgel aqui

Encomende o seu pelo WhatsApp (79) 99850-4445 ou compre diretamente no site pelo link:

Forever Bright Toothgel – gel dental de aloe

 

Compre direto de fábrica

Prefere comprar direto de fábrica com desconto? Acesse esse link e saiba como:

Compre produtos Forever Living com 15% de desconto

Publicado em 10 comentários

Tireoide: Sal grosso versus sal refinado.

Tireoide: Sal grosso versus sal refinado.

A tireoide é uma glândula endócrina situada na parte posterior da laringe, sua função é a secreção dos hormônios conhecidos como tireóideos e o controle da hipófise.

Sal com iodo faz mal?

O sal refinado é um grande problema para a tireoide, pois a adição do iodo ao sal de cozinha o tornou um inimigo terrível para nós. O iodo foi incluído no sal de cozinha para evitar uma doença chamada bócio, que é decorrente da falta de iodo no organismo. Infelizmente esta adição o tornou um perigo para a saúde da tireoide.

A adição de iodo no sal de cozinha, obrigatória desde 1995, é considerada uma grande conquista da saúde pública brasileira. Mas o país exagerou na dose. Costumamos dizer que: Sal refinado, re- finado, morto duas vezes!

Uma pesquisa da Faculdade de Medicina da USP, revela que o excesso de iodo no sal provocou um aumento alarmante de casos de doenças da tireoide. O estudo analisou o sangue e a urina de 829 moradores de bairros periféricos de São Paulo e comprovou que cerca de 20% das pessoas tinham Tireoidite Crônica Auto-imune.

O padrão internacional é de 7%. Na Dinamarca, onde o sal não tem iodo incluído desordenadamente, o índice da doença é de 4,3%. Na Inglaterra e nos Estados Unidos, cujas populações utilizam sal iodado de forma mais racional, a prevalência é de 9,1%. Os americanos não abusam da quantidade de iodo no sal.

Comer sal grosso faz mal para a tireoide?

Como a incidência do iodo no sal refinado é muito grande, recomendo que você substitua o sal refinado pelo sal grosso. Sua saúde vai agradecer e você não precisa se preocupar com o bócio, pois o sal iodado está presente em alimentos industrializados. Outra excelente opção é o Sal do Himalaia ou Sal Rosa do Himalaia.

Para quem tem problemas de saúde com a tireoide ou não, sugiro que troque o gel dental comum por um sem flúor, conheça uma ótima opção:

Forever Bright Toothgel – gel dental de aloe

Também temos dois posts à respeito do assunto, bastante interessantes:

Gel dental com flúor faz mal?

Gel dental de aloe versus pastas de dente

Sal marinho e sal grosso são a mesma coisa?

O sal grosso é o sal que resulta da evaporação da água do mar. Como não passa pelo processo de refinamento do sal de cozinha comum, o sal grosso contém muitos minerais que não são encontrados no sal comum, uma vez que essas substâncias são eliminadas durante o processo de refino.

A composição química do sal grosso é extensa. Ele contém enxofre, boro, bromo, césio, carbono, estrôncio, magnésio, potássio, sódio, alumínio, arsênico, bário, cobalto, flúor, fósforo, ferro, lítio, manganês, mercúrio, níquel, nitrogênio, ouro, prata, radio, rubídio, selênio, silício, tório, urânio, vanádio, zinco, iodo etc.

Por isso o sal grosso é mais saudável que o sal refinado. Quando consumimos esse tipo de sal, estamos fazendo um favor ao nosso corpo e repondo minerais que são perdidos naturalmente ao longo do dia. A tireoide agradece pela redução do consumo de iodo. Já o sal comum é sódio puro.

Apesar do sal grosso ter mais minerais e, por isso, ser melhor para a saúde do que o sal refinado, ele não deixa de ser sal e, sendo assim, se deve consumir apenas 1 colher de chá por dia, que são cerca de 4 a 6 gramas. Os pacientes com hipertensão devem eliminar o exagero de qualquer tipo de sal na alimentação com mais afinco do que os normotensos ou hipotensos. Esse sal grosso de que falo é o sal grosso de churrasco, quanto mais natural for melhor será.

Como moer o sal grosso para usá-lo?

O sal grosso serve para temperar os alimentos com menor quantidade de sal, já que tem um sabor mais forte que o sal refinado e é uma opção para diminuir a quantidade de sal. Pode ser usado in natura, adicionando os cristais em sopas, arroz, feijão, legumes, etc.

Para moê-lo, use um liquidificador, adicione sal grosso aos poucos e vá batendo. Assim que estiver mais fino para facilitar o uso, reserve no saleiro. Já para temperar saladas, o melhor é liquefazer 01 xícara de sal grosso em 300 ml de água e temperar às colheradas. Logo você se acostuma e verá que é fácil fácil, usar o sal líquido.

Benefícios do sal grosso para saúde

O sal grosso é uma excelente solução caseira para garganta quando está inflamada ou irritada. Basta gargarejar água salgada na proporção de 01 colher de chá de sal grosso em 100 ml de água morna, de duas a três vezes dia.

Fornece minerais importantes para o organismo, evita problemas na tireoide, regula a distribuição da água no organismo, auxilia no controle da pressão sanguínea (a quantidade de sódio ingerida é menor).

É importante fazer o consumo de sal de forma adequada porque extremos na quantidade de sódio no sangue estão associados à doenças do coração ou dos rins, independentemente de ser deficiência ou excesso por parte da dieta. O erro está no consumo excessivo: quem abusa do mineral aumenta o risco de ter hipertensão, doenças cardiovasculares, derrame cerebral, osteoporose, câncer no estômago, catarata.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aconselha a ingestão máxima de 2 g de sódio por dia (ou uma colher de chá). A família toda se beneficiará da troca do sal refinado pelo grosso, pois quem ainda não foi afetado pelo iodo excessivo, não terá problemas na tireoide. Quem já está com problemas, sentirá uma melhora significativa em pouco tempo.

Produtos e tratamentos para auxiliar a tireoide e atenuar a hipertensão:

A terapeuta Malva Gomes fez a seguinte citação sobre este assunto: “Quando passei a usar o sal grosso para ajudar a resolver o mal que se achava em minha tireoide, passei a usar também o Revitalorg SE para otimizar não só o órgão afetado, mas todo o organismo”.

Benefícios de banhos e escalda pé com sal grosso:

Ganhos fisiológicos:

  • Desintoxicar o corpo e afastar os vírus;
  • Aliviar artrite e reumatismo;
  • Reduzir a dor lombar crônica;
  • Tratar o pé do atleta, calos e calosidades;
  • Estimular a circulação natural para a melhoria da saúde;
  • Relaxar a tensão, dores musculares e articulares.

Auxilia em problemas estéricos:

  • Irritações da pele como psoríase e eczema;
  • Comichão, ardor e picadas;
  • Melhorar as cicatrizes;
  • Renovar a pele;
  • Equilibrar a umidade da pele;
  • Suavizar e amaciar a pele;
  • Tirar as impurezas da pele.

Alívio de sintomas ocupacionais e psicofísicos:

  • Cansaço, os pés doloridos e os músculos da perna;
  • Tensão nas mãos e punhos;
  • Aliviar o estresse e tensão;
  • Aliviar lesões psico-físicas do desporto;
  • Relaxamento profundo.

Sódio nos alimentos.

Campeões de sódio (mais de 1000 mg / 100 g):

  • Azeitona preta em conserva – 1567 mg;
  • Azeitona verde em conserva – 1347 mg;
  • Bacalhau salgado cru – 13585 mg;
  • Fermento em pó químico – 10052 mg;
  • Linguiça de frango crua – 1126 mg;
  • Linguiça de porco crua – 1176 mg;
  • Macarrão instantâneo – 1516 mg;
  • Queijo parmesão – 1844 mg;
  • Sal grosso – 39943 mg;
  • Shoyo – 5024 mg;
  • Tablete de caldo de carne – 22180 mg;
  • Tablete de caldo de galinha – 22300 mg.

Produtos com teor moderado de sódio (menos de 1000 mg /100 g):

  • Almôndegas de carne bovina crua – 621 mg;
  • Amêndoa torrada e salgada – 279 mg;
  • Atum em conserva – 362 mg;
  • Batata chips industrializada – 607 mg;
  • Biscoito maisena – 352 mg;
  • Biscoito recheado com chocolate – 239 mg;
  • Biscoito recheado com morango – 230 mg;
  • Biscoito do tipo cream cracker – 854 mg;
  • Camarão cru – 201 mg;
  • Coxinha de frango frita – 532 mg;
  • Ervilha enlatada – 372 mg;
  • Extrato de tomate – 498 mg;
  • Farinha de rosca – 333 mg;
  • Flocos de milho com sal – 272 mg;
  • Gelatina – 235 mg;
  • Leite de vaca desnatado (pó) – 432 mg;
  • Leite de vaca desnatado (pó) – 432 mg;
  • Maionese industrializada – 787 mg;
  • Manteiga com sal – 579 mg;
  • Margarina com sal – 894 mg;
  • Milho verde enlatado – 260 mg;
  • Molho de tomate industrializado – 418 mg;
  • Palmito em conserva – 514 mg;
  • Pão de queijo – 773 mg;
  • Requeijão – 558 mg;
  • Sardinha em conserva – 666 mg;
  • Seleta de legumes enlatada – 398 mg.

Observações interessantes sobre o sal grosso:

O Sal grosso tem o mesmo comprimento de onda da cor violeta e é considerado um potente purificador de ambientes, capaz de neutralizar os campos eletromagnéticos negativos. Visto ao microscópio o sal bruto revela que é um cristal, formado por pequenos quadrados ou cubos achatados e emite ondas eletromagnéticas que podem ser medidas pelos radiestesistas.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.