Publicado em

Secura vaginal: falta de umidificação natural da vagina.

Isto precisa ser corrigido imediatamente, pois graças ao corrimento de um muco transparente que visa proteger as paredes vaginais e mostra a excitação feminina, a vagina mantém a sua elasticidade e mantém uma textura macia. Além da dor, a secura vaginal pode afetar a harmonia do casal e levar a problemas psicológicos nas mulheres. Stress, medo, culpa e baixa libido são obstáculos para a realização pessoal das mulheres.

As causas da secura vaginal são inúmeras, incluindo:

– Stress, medo e cansaço qualquer que seja sua origem, o stress provoca lubrificação deficiente das paredes vaginais. As mulheres na menopausa são as mais afetadas pelo stress. O cansaço e o medo são uns dos principais fatores que bloqueiam o processo de excitação sexual e umidificação natural da vagina;
– Tomar certos medicamentos, se você precisa de tomar antidepressivos, fazer sugestãos de acne, anti-hipertensivos, vasoconstritores, anti-histamínicos, pílulas anticoncepcionais ou outros medicamentos, não se esqueça de ler a bula. Se um medicamento pode causar a secura da boca, também pode secar outras mucosas, como a secura vaginal. Em caso de dúvida, não hesite em consultar um médico;
– Menopausa: no momento da menopausa, os distúrbios hormonais e a deficiência de estrogênio são inevitáveis, e resultam em um desequilíbrio da lubrificação vaginal;
– Distúrbios hormonais (estrogênios) e distúrbios do ovário;
– Gravidez: Durante os primeiros três meses de gravidez, as mulheres podem sofrer de secura vaginal, que normalmente se recupera uma vez que a área pélvica começa a ser mais irrigada por sangue;
– O aleitamento materno também pode causar perturbação hormonal;
– As infecções vaginais;
– Fazer a higiene íntima demasiadamente;
– Fumar, devido ao efeito vasoconstritor induzido pela nicotina;
– O consumo de álcool, fonte de desidratação do corpo;
– A ausência ou escassez de relações sexuais.

Sintomas:

São terríveis, pois ocorrem na hora da penetração que se torna dolorosa, podendo também ocorrer ardor e prurido. As microlesões na região, causadas pelo atrito durante o ato sexual,a ausência de muco que indica desequilíbrio na umidificação natural, são sentidas durante dias depois da relação. Devido à secura, a incidência de infecções e inflamações é grande e sempre estão acompanhadas de coceira, ardor e dor.

Lubrificantes:

A secura vaginal muitas vezes causa desconforto e dor durante a relação sexual. Por esta razão, o uso de lubrificantes pode ser útil. Mas devido aos efeitos colaterais tenho tenho polpa de aloe vera – babosa. retire um pouquinho raspando e introduza na vagina. em poucos dias verá a diferença. recomece o uso sempre que notar que está ressecando.

Alguns lubrificantes contêm ácido hialurônico, vitamina PP e glicerol. Estes produtos têm a vantagem de reidratar e lubrificar a vagina ao mesmo tempo. Esta reidratação pode durar de algumas horas a vários dias. Estes géis são particularmente adequados para mulheres pós-menopáusicas para o uso cotidiano.

Fitoterapia:

Muitas plantas como a Sálvia, Linho ou Erva-de-são cristovão são conhecidos pelos seus efeitos benéficos contra a secura vaginal. Graças ao seu conteúdo de fitoestrógenos, que têm a capacidade de ativar a hidratação natural da vagina. O trevo vermelho também tem essas virtudes e pode ser prescrito em caso de insuficiência de umidificação da vagina. Apesar da eficácia destas plantas, evite a automedicação, o conselho de um médico fitoterapeuta é necessário porque os fitoestrógenos podem ser contraindicados para algumas pessoas.

Para prevenir o ressecamento vaginal, é aconselhável:

– Limitar a higiene íntima a duas vezes por dia para manter o equilíbrio da flora de Doderlein ou flora vaginal;
– Use um produto que não irá afetar a acidez da flora vaginal durante a higiene íntima, como exemplo, um sabonete suave com pH neutro;
– Não use por muito tempo absorventes e tampões, porque sua capacidade de absorção a longo prazo, pode contribuir para secar a vagina;
– Evite usar calças apertadas que podem irritar a vulva devido ao atrito. Roupas íntimas de algodão são preferidas;
– Mantenha regularmente atividades sexuais, pois melhora a circulação sanguínea nos órgãos genitais e previne o risco de atrofia;
– Livre-se do stress e recupere a autoconfiança;
– Use babosa

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *