Publicado em

Sabemos o que somos?

Sabemos que somos seres humanos, se bem que alguns de nós não somos nada humanos. Sabemos que temos inteligência, se bem que alguns têm pouca. Sabemos tão pouco de tudo que temos que viver uma vida inteira para tentar aprender e chegamos às portas da morte sem nem ao menos saber como morrer. Mas sabemos que nós, os brasileiros, somos privilegiados, pois moramos num país tropical e abençoado por Deus, como dizia o Simonal.

Se formos numa feira ou num mercado, encontraremos uma diversidade incrível de alimentos, bons frutos que a mãe terra nos dá. Alguns conhecidos e já consumidos e muitos que nunca tivemos curiosidade em experimentar. Mas deveríamos, pois nosso bom e eterno Deus não faz nada sem utilidade e certamente um alimento não provado pode ser aquele que nosso organismo precisa para ajudar a debelar algum mal. Seja curioso e vá aos poucos incluindo em sua dieta os “desconhecidos” e verá que surpresa deliciosa serão suas refeições.
Se você preocupar-se basicamente em servir-se de alimentos naturais, você será longevo e saudável. Aprenda a ser o mais natural que possa ser. Leia abaixo e pense bem no que anda fazendo em relação à sua saúde.

Somos o resultado do que comemos.

Se ingerirmos alimentos inadequados, nosso organismo se fragilizará a ponto de ficarmos em uma linha tênue entre a saúde e a doença, isto é, se não a ultrapassarmos, o que muitas vezes acontece com os desavisados.

Somos o resultado do que bebemos.

Aqui se pode pensar não só em bebidas alcoólicas, mas nas exageradamente açucaradas, nas que ingerimos perto, ou nas refeições ou logo após. Tudo tem a hora certa para ser ingerido e líquido não pode ter lugar perto ou durante as refeições. Ele iria diluir nosso suco gástrico e nossa digestão ficaria prejudicada.

Somos resultado do que fazemos a nosso organismo.

É evidente que se você contamina o seu organismo com drogas, de qualquer tipo, não só aquelas compradas nas esquinas da vida, mas qualquer uma que entre em seu corpo e no lugar de fazer o bem, ela deixa bem claro os efeitos colaterais que é capaz de gerar. Fumo de qualquer espécie, excesso de álcool, de açúcar, de sal e de gorduras são os que mais mazelas trazem para a nossa vida e para a vida daqueles a quem amamos.

Somos resultado de nossas emoções.

Se você é daquele tipo iracundo, um poço de mágoa, de revoltas, já sabe, não é? Você é um forte candidato para ganhar um câncer de brinde.

Uma vida vivida entre brigas e contendas gera uma qualidade de vida das mais infelizes, e encurtam o tempo de sua permanência neste planetinha azul. Pense bem se vale a pena ficar arrastando correntes, preso a sentimentos mesquinhos que só fazem infernizar a você e a quem se aproximar. Não se deixe cair em pensamentos ruins, em tudo e por tudo trocar o ruim pelo bom é um negócio excelente.

Vivemos o hoje como resultado de nossa vida no ontem. Nosso futuro é fruto do nosso presente. Qualidade de vida hoje nos garantirá qualidade de vida amanhã. Pense nisso.

Um tratamento de doenças usando alimentos é feito com a Trofoterapia, que hoje faz parte das Terapias Holísticas é fácil, divertido, saudável e econômico, não só na cozinha, mas nos gastos com farmácia. Foi na Grécia, com o ‘pai da medicina’ – Hipócrates, de 460 a 360 antes de Cristo, que a poderosa terapêutica da alimentação ganhou fama. Hipócrates ensinava: “Faça dos alimentos o seu remédio”. E é isso que a Trofoterapia ensina a fazer.

Comercializamos produtos para tratamento de diversas enfermidades. Você poderá solicitar sugestão de tratamento por e-mail clicando aqui e deixando seu pedido de sugestões para tratar de seus males informando o que sente, sua idade, peso, altura e sexo no campo mensagem.

Poderá encontrar sugestões também digitando o nome de sua doença na busca do site (clique aqui) para encontrar produtos relacionados ao problema.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *