Publicado em

Pronto Socorro nas Mãos

Nada melhor que um exercício simples para nos ajudar a melhorar nosso estado geral. Você gastará um tempo que não fará falta no seu dia. Aproveite quando estiver sentada no banco do carona, ou quando estiver assistindo TV, deitada antes de levantar ou de dormir… Use estes minutos em benefício de sua saúde.

Envolva, suavemente, com uma mão, o dedo correspondente da mão oposta, por alguns minutos.

Dedo Polegar Dedo Polegar:
Melhora a digestão de alimentos, ideias, pensamentos e emoções; ajuda a dormir melhor e nos torna receptivos ao toque e carinho.
Preocupações e ‘ruminações mentais' desaparecem.
Ajuda estômago, baço e pâncreas.
Bloqueia uma dor de cabeça que está começando.
Dedo Indicador Dedo indicador:
Traz coragem, fortalece o desejo de viver, harmoniza a circulação dos fluidos corporais e o sistema muscular.
Dissolve o medo e as inseguranças.
Ajuda rim e bexiga.
Evita uma dor nas costas que está iniciando.
Dedo Médio

Dedo médio:
Expande o sentimento de compaixão, a lucidez mental, a criatividade;
regula a harmonia interior do corpo.
Elimina a raiva, frustrações e irritabilidade.
Ajuda fígado e vesícula biliar.
Melhora a visão e revitaliza a fadiga geral.

Dedo Anelar Dedo anular:
Promove a alegria, a esperança, o soltar do passado e o se abrir ao novo; dá vitalidade e energia ao corpo.
Afasta a tristeza, negatividade e o pesar.
Ajuda os pulmões e o intestino grosso.
Harmoniza a respiração e desconforto no ouvido.
Dedo Mínimo

Dedo mínimo:
Conecta com a intuição, aumenta a autoestima, harmoniza o sistema esquelético.
Termina com pretensão, julgamentos, comparações e esforço.
Ajuda coração e intestino delgado.
Evita uma dor de garganta que está iniciando.

Palma da Mão Centro da palma da mão:
Traz sensação de paz profunda e de unidade com o universo.
Dissolve o desânimo.
Ajuda diafragma e fluxo do umbigo.
Harmoniza corpo, mente e espírito mutuamente e com o universo.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *