Publicado em

Óleo de Cártamo

A substância, extraída da semente do cártamo, ficou bastante conhecida recentemente devido às suas propriedades medicinais. O óleo pode trazer muitos benefícios para a saúde. Além de favorecer a perda de peso, ele também auxilia no controle do colesterol alto e previne problemas cardíacos.Benefícios e PropriedadesOs maiores responsáveis pelas propriedades do óleo de cártamo são os ácidos graxos monoinsaturados e polinsaturados. O nome é complicado, mas basta saber que essas são "gorduras boas", que agem de forma bastante positiva em nosso organismo. O óleo também possui em sua composição o ômega 6 e o ômega 9. Essas substâncias atuam diretamente na redução dos níveis de colesterol e glicose no sangue, além de prevenirem a hipertensão.

Conheça o óleo que emagrece e protege o coraçãoA composição do óleo de cártamo garante suas propriedades funcionais. Ele é indicado para:
1 – Perda peso;
2 – Controle do colesterol ruim;
3 – Combater os radicais livres;
4 – Fortalecer o sistema ;
5 – Prevenir doenças neurológicas;
6 – Eliminar a gordura abdominal.Cápsulas ou In NaturaNo mercado, o óleo de cártamo pode ser encontrado tanto em cápsulas quanto in natura. O óleo propriamente dito é mais benéfico, pois mantém todas as propriedades mencionadas acima. Já nas cápsulas, a composição da substância sofre algumas alterações. Por isso, o uso das cápsulas deve ser acompanhado por um especialista (nutricionista ou médico).Como ConsumirO óleo de cártamo pode ser utilizado como um substituto do azeite, do óleo de soja ou da margarina no preparo de saladas, bolos, tortas e biscoitos. No entanto, a indicação diária de consumo é de até 2 colheres (sopa do óleo). Uma boa dica é usar o óleo para temperar a salada de legumes. Você também pode finalizar pratos salgados com um fiozinho de óleo de cártamo.

A Loja do Chá de Aracaju não tem óleo de cártamo, vocês devem procurar em lojas de produtos naturais.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe um comentário ou resposta...