Publicado em

Obsidade sua e de sua família: A culpa é sua

E porque eu digo que a culpa é sua? Ora… Os meios de comunicação estão aí falando dos alimentos bons e maus e você escolhe os maus e quer ser bom? "Me poupe". Hoje é dia de brigar com você em defeza de sua saúde. Comeu e bebeu sem pensar? Está na hora de pagar.

É sempre a mesma coisa… A pessoa come doce, come massas, bolos, bolinhos, tortas, tortinhas, sorvetes… E fica gorda como uma pipa. Recorre a mil dietas, faz de tudo que se possa imaginar: Cintas para conter as gorduras, dietas mirabolantes, sortilégios e mandingas às vezes também entam no rol. E o peso? Não baixa de jeito nenhum.

Nem poderia, ele foi gerado por práticas erradas de alimentação, foi criado ao longo dos anos e a pessoa quer que saiam logo, em no máximo um mês e meio… E sabe do que mais? Não querem fazer exercícios, querem que as calorias estocadas evaporem no ar, sem esforço algum. Sempre que recebo gordos em meu espaço Fitoterápico e começo a fazer perguntas sobre alimentação, escuto invariavelmente a mesma resposta: Eu não como quase nada, como tal e qual um passarinho… Sorrio e penso: Que nada enorme, que passarinho grande!!! E acabo sempre dizendo: Nunca vi um gordo que não seja mentiroso. E é mesmo, a pessoa come, come, come desbragadamente, não faz uma seleção do que realmente deveria comer e depois vem com essas colocações absurdas… Não como quase nada!

Veja nosso corpo é igual a uma conta bancária, se você depositar muito, ela cresce, se retirar muito ela mingua. Não há segredo: Quer emagrecer? Coma pouco, habitue-se a sair da mesa com um pouco de fome, sabendo que dentro de vinte minutos seu c´´erebro receberá a mensagem dizendo que o estômago está alimentado e a sensação de fome é que irá para o espaço.

Outro pecado capital em se tratando de alimentação é a desgraça dos refrigerantes. Eles são uma invenção diabólica. Diga-me para que servem? Para refrescar? Ora… Se a necessidade é de se refrescar, tome uma limnada natural, geladinha e seu organismo ficará sem a sensação de calor e sem os problemas que causam os refrigerantes.

Bolos, bolinhos, tortas e tortinhas, é onde se encontram os 06 maiores inimigos de sua saúde: açúcar, sal, gordura, farinha de trigo branca, ovos de granja. Este ingredientes acabam com a saúde e a magreza de muita gente. E nesta relação encontram-se também os malditos waffles, biscoitos recheados, canudinhos etc. Estas porcarias são as maiores responsáveis pela obesidade adulta e infantil. e podem achar ruim, mas a culpa, e digo culpa mesmo, das crianças obesas, hipertensas, e diabéticas é DOS PAIS. Se eles tivessem bom senso os flhos seriam saudáveis. Se eles não comprassem alimentos nocivos, os filhos seriam saudáveis. Se eles colocassem mais frutas na mesa e na lancheira, os filhos seriam saudáveis. Mas o que fazem? Compram, e compram por preços elevados os produtos que não são alimentares, são depauperadores da saúde, são crimes praticados contra a saúde infantil, adulta e animal, pois até eles estão com problemas devido à irracionalidade dos seres humanos.

Em geral, quem está de dieta vive em pé de guerra com doces. As pessoas se enfraqueceram, deixam-se dominar pelos açúcares da vida. Estão tão fracas, tão sem discernimento, causados pelo excesso de açúcares, que para elas é impossível evitá-los, por outro lado é muito difícil comê-los com moderação.
Entretanto elas sabem tudo que há para saber sobre os malefícios do açúcar, da gordura, dos refrigerantes, das balinhas, bombons e todos os "infernais" já citados neste texto.

Se ainda precisam de mais um bom motivo para eliminar a ingestão de açúcar, vale lembrar de que a cana de açúcar foi colocada aqui por Deus, como todas a plantas, mas que o açúcar é invenção do homem. Deus fez e faz tudo perfeito. O homem só faz visando lucros, independentemente se vai ou não causar mal aos próximos. E os próximos, muito sem noção, se empanturram a si e aos seus de açúcar e depois querem ser magros, sadios e inteligentes…

Siga o que está escrito a seguir, como uma regra de conduta e verá a diferença que ocorrerá em sua vida e na dos seus:

1 – Corte o refrigerante: "Abolir o refrigerante da alimentação é a primeira e mais eficiente medida para reduzir o consumo de açúcar", afirma a nutricionista Amanda Epifânio, do Centro Integrado de Terapia Nutricional (Citen), em São Paulo. Segundo a profissional, beber uma latinha de refrigerante todos os dias resulta na ingestão de um quilo de açúcar no fim do mês. Também devem ser evitados sucos de caixinha, que, apesar do nome, tem mais conservantes, açúcar e corante do que suco, de fato. "Para matar a sede, nada melhor do que água, sucos naturais diluídos ou isotônicos, quando se estiver praticando exercícios", complementa.

2 – Escolha frutas como sobremesa durante a semana: Embora não sejam tão atraentes quanto uma torta de morango ou uma barra de chocolate, frutas são sempre a melhor opção de sobremesa no dia a dia, aponta a nutricionista Maria Fernanda Cortez, da clínica Nutri & Consult, em São Paulo. "Abacaxi e mamão, fontes das enzimas bromelina e papaína, respectivamente, são as mais indicadas para quem tem problemas digestivos já que elas facilitam o processo", explica. Como regra geral, entretanto, escolha as frutas que mais gosta e, claro, não adicione açúcar. Para não precisar passar vontade em festas de aniversário e outros eventos, vale escolher um único dia da semana para consumir variedades mais calóricas.

3 – Evite alimentos processados: O gosto salgado dos alimentos processados, como a salsicha, esconde a quantidade exorbitante de açúcar que eles contêm. "A aparência atraente e brilhante se dá graças ao açúcar, que forma uma espécie de calda em volta deles", alerta a nutricionista Amanda. Segundo ela, o açúcar também é bastante usado como conservante de alimentos. Para parecerem mais saudáveis, portanto, alguns produtos que adotam a estratégia anunciam serem livres de conservante, como se o açúcar fosse apenas mais um ingrediente de sua composição. Por isso, leia atentamente os rótulos e não se deixe enganar pelas propagandas.

4 – Elimine as colheradas de açúcar: Algumas pessoas não são muito aficionadas por doces, mas não abdicam de um bom cafezinho e, sempre, com açúcar. No fim do dia, entretanto, todo aquele açúcar adicionado ao café, chás e outras bebidas pode resultar em um verdadeiro perigo para a saúde. Neste caso, elimine a ingestão da bebida ou ainda tente se acostumar ao seu sabor original. "Nosso paladar se adapta a determinados sabores e tende a rejeitar o que é diferente, por isso, reeduque-se para conhecer o verdadeiro gosto dos alimentos que, com o tempo, você começa a apreciar", recomenda a nutricionista Maria Fernanda. Uma dica é diminuir a adição de açúcar aos poucos para acostumar o paladar. Se usa três colheres de chá para adoçar o café, corte para duas e assim por diante até chegar a zero.

5 – Deixe de lado essa bobagem de enganar a vontade com chiclete sem açúcar, essa é mais uma dos empresários que só visam lucro. Você começa a mascar e seu estômago começa a produzir suco gástrico para digerir o que você vai engolir, mas você não engole nada. O que acha que acontece com as paredes de seu estômago? elas ficarão à mercê dos fortes sucos digestivos sem ter nada para amenizar. Isso é coisa que só doido ou ignorante pode achar certo fazer. E saiba que esta prática pode desencadear uma gastrite.

6 – Se mesmo comendo uma fruta depois do almoço não foi possível matar a vontade de comer algo doce, tome um café amargo. Toda vez que seu organismo pedir doce dê a ele algo amargo. Ele vai ficar danado e nunca mais pedirá doce. Não se engane não… Nós somos treináveis como qualquer ratinho de laboratório. heheheh…

7 – Diminua o consumo de fast-food: Mesmo evitando as opções industrializadas, nem sempre é possível conseguir uma refeição realmente saudável em um fast-food. Em alguns lugares, até mesmo a salada pode conter açúcar e muito sal em função dos molhos que carregam. Além disso, dificilmente as lanchonetes têm à disposição temperos naturais. Coloque no prato apenas a salada e regue com azeite de oliva e um pouquinho ou nada de sal. A sua refeição será saúde pura.

8 – Bebida durante as refeições: Tudo que seu organismo precisaria de líquido durante e após as refeições ele mesmo já produziu no suco gástrico. Beber, seja lá o que for, menos de 40 minutos antes, durante e 2 horas após as refeições é diluir o poder do seu suco gástrico. É complicar sua digestão. é fazer do alimento uma lavagem e quem gosta e engorda com lavagens você sabe é.. Se não sabe, coloque as letras que faltas e leia: P__ORC_.Para completar, a bebida que acompanha a refeição costuma ser suco de caixinha ou refrigerante, que, como mostrado, são riquíssimos em açúcar e sal.

8 – Priorize refeições em casa: Se não tem quem faça, faça você. Se não sabe, aprenda. Um dia será um cozinheiro(a) experiente, voltado para suas necessidades reais em termos de nutrição. Leia sobre nutrição. Participe de cursos. Invista em sua saúda, pois estará investindo em sua qualidade de vida e na sua longevidade. Mesmo comendo em restaurantes que preparam a comida na hora, não é possível saber quais alimentos levam açúcar, sal e gorduta e em que quantidade. O suco de limão disfarça o sabor salgado, mas não elimina o sal. Parecerá que você está comendo sem sal… ledo engano. Por isso, dê sempre preferência a comer em sua própria casa, onde você pode ter maior controle, principalmente quando você cozinha. Não se esqueça de usar temperos naturais e buscar produtos o mais naturais possível.

10 – Vamos supor que você não seja mentiroso, que você faça tudo direitinho e mesmo assim engorda. Vá ao endocrinilogista e peça para que ele passe todos os exames para saber como está seu organismo e o que está errado nele que impede você de emagrecer.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *