Publicado em

Milona ou Orelha de onça: Propriedades Medicinais

O Centro de Ciências da Saúde, grupo de pesquisa da Universidade Federal da Paraíba, analisou as propriedades terapêuticas da milona. A planta foi testada em camundongos, com resultados bastante positivos, principalmente para o tratamento da asma. O que se descobriu é que orelha de onça é capaz de atuar no organismo, melhorando os sintomas da doença. Esse medicamento é diferente dos medicamentos comumente encontrados no mercado.

Milona ou Orelha de Onça encontrada na Paraíba

Isso acontece porque as substâncias da planta atuam em duas frentes diferentes: como antiinflamatório e como antialérgico. Como as asma é um processo inflamatório normalmente desencadeado por reações alérgicas, a milona se torna eficiente no tratamento dos sintomas da doença. A planta também ajuda a reduzir a produção de muco, que obstrui as vias aéreas. Se comparada com o corticoides, comumente utilizados no tratamento da asma, a orelha de onça é mais eficaz que outros medicamentos.

Além disso, a pesquisa observou, com os testes em animais, que as substâncias da milona atuam no combate das úlceras gástricas. A planta também se mostrou capaz de reduzir os sintomas da depressão em camundongos. Dessa forma, os pesquisadores acreditam que o medicamento feito com a orelha de onça pode funcionar como antidepressivo, além de aliviar a asma.

Consumo da Orelha de Onça

Os pesquisadores pretendem fabricar medicamentos para a asma a partir de substâncias extraídas da milona. No futuro, será possível encontrar xaropes e cápsulas feitas com a planta. No entanto, esses remédio ainda não estão disponíveis no mercado. Por isso, eles recomendam que se consuma o chá, feito com as folhas da orelha de onça. As folhas são menos tóxicas que a raiz e não prejudicam a vida da planta.

A Loja do Chá de Aracaju desenvolveu um floral composto chamado Asmasin para o tratamento de asma, conheça o produto clicando aqui!

Infelizmente um laboratório resolveu requerer para si toda a produção de milona, para dentro em breve lançar um medicamento à base dela. Quem sabe quando será? Mas, o Senhor Nosso Deus providenciou outras ervas para cuidar este mal que tanto aflige o portador. Veja quantas existem e siga sua intuição e vá tomando a que seu coração indicar. Muitas vezes O Senhor nos fala assim, simplesmente, por insight.

Agoniada – Alcaçuz – Alecrim – Alho – Angico – Arnica – Bálsamo – Beladona (pouca, pouquíssima) – Catinga de mulata – Cardo Santo – Chapéu de Couro – Cordão de Frade – Couve – Emburana de cheiro – Erva de São João – Ipê Roxo – Gengibre – Ginkgo biloba – Jatobá – Assa peixe – Mulungu – Mutamba – Saião – Unha de Gato – Urtiga – Vassourinha de botão – Verbasco – Zimbro.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *