Publicado em

Má digestão – Como eliminar este mal

Se você anda sofrendo com a má digestão, sente-se estufada depois de comer e uma moleza sem fim nas horas seguintes às refeições está na hora de resolver essa questão de vez. Com medidas simples é possível reverter o quadro de digestão ruim e conhecer a sensação de saciedade e bem estar que deveria seguir uma refeição.

Dicas para uma boa digestão:

1. Reserve a hora de se alimentar apenas a esse fim, prestar atenção na comida e mastigar adequadamente faz com que a comida se acomode melhor no estômago. Quando ingerimos o alimento mal mastigado ele segue para o trato digestório em pedaços grandes e nosso estômago não tem dentes. Esse mau hábito impede também que a assimilação dos nutrientes seja perfeita.

2. Siga uma rotina alimentar, obedeça a máxima de alimentar-se de 3 em 3 horas, isso fará seu corpo se preparar para a próxima refeição que ele já sabe estar chegando, e cuidará logo de providenciar os líquidos que serão utilizados durante o processo.

3. Não use líquidos na hora da refeição, tome no final da mesma uma xícara pequena de chá digestivo sem açúcar e sem adoçante artificial, mais que isso e a digestão será prejudicada, especialmente por líquidos como refrigerante, que além de atrapalhar a percepção de saciedade, muitos deles atrapalham também a absorção de nutrientes.

4. Observe os alimentos que ingeriu no dia, se algum alimento não lhe cai bem no estômago, substitua por outros. Exemplos comuns de alimentos que não ajudam a digestão são os laticínios.

5. Antes de fazer atividades físicas e de ir dormir, as refeições devem ser leves, quando você malha porque o sangue destinado a mover a digestão é transferido dos órgãos digestores e enviado aos músculos, e a noite ao se deitar o sangue deve ser destinado a mover a atividades metabólicas importantes que acontecem enquanto dormimos e não para digerir os X-burger da vida.

CHÁ DIGESTIVO

Ingredientes: Misture 50 gramas de cada uma das seguintes ervas secas: carqueja doce (opção: carqueja comum, porém o chá terá sabor mais amargo), hortelã (serve qualquer representante das mentas), melissa (opções: dente de leão ou erva cidreira), camomila, erva-doce, capim-limão e boldo do Chile. Coloque em um frasco de vidro com tampa e mantenha em local fresco e sombreado.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe um comentário ou resposta...