Publicado em Deixe um comentário

Imunidade, como otimizá-la?

Diante da ameaça da doença , os seres humanos continuam a procurar maneiras de melhorar as defesas naturais do corpo. A ciência moderna se refere à capacidade do organismo de se defender contra infecções , doenças e outros patógenos como a imunidade. O seu nível de imunidade é dependente de um sistema imunológico saudável , e alguns acreditam que os chás de ervas são opções viáveis ​​que podem promover o aumento da imunidade.

O sistema imunológico determina a diferença entre os nossos corpos e substâncias estranhas e destrói e limpa essas substâncias a partir de células infectadas . Este sistema complexo depende do sistema linfático , células brancas do sangue , baço e timo . O sistema linfático é a rede do sistema imunitário de capilares que se movem as células brancas do sangue ao longo do corpo , como se filtrar microrganismos e de outras partículas estranhas . O baço limpa o sangue , removendo as células sanguíneas velhas , eo timo produz células que reconhecem e destroem as bactérias , os vírus e os tecidos estrangeiros.

A Loja do Chá de Aracaju trata a deficiência na imunidade da seguinte forma:

Constitucional de Bach de acordo com a idade, peso e altura da pessoa.

Nosódio Timo: É utilizado nos casos de deficiência de imunidade. Modo de Usar: Iniciar somente 24 horas após a toma do 1º Bach. Serão apenas 05 gotas diluídas em 50 ml de água natural. Dê um intervalo de 40 minutos entre a toma de um Nosódio e outro. Em compras parceladas, agende a compra do próximo Nosódio para não faltar e atrapalhar seu tratamento, a encomenda leva aproximadamente 30 dias para chegar às suas mãos. Cada unidade cobre um período de 70 dias. Valor Unitário R$ 59,90. Você pode adquirir os Nosódios de 2 em 2: um no uso outro na reserva. Iniciando o uso do reserva, peça mais um e assim sucessivamente.

Dolomita: 01 colher de chá sobre os alimentos na hora do almoço. O suplemento via oral, em média de 3g por dia, pode ser usado como terapia complementar para tendência à desmineralização óssea, cardiopatias, hipertensão, diabetes, distúrbios gastrointestinais, gastralgias, diarréia, câimbras, tendinite, dores musculares e articulares, fibromialgia, DORT, luxações recidivantes, bursite, processos inflamatórios, baixa imunidade, TPM, cólica menstrual, metrorragia, espasmos brônquicos, queimaduras, úlceras de perna, e sempre que for necessária a regeneração tecidual.

Óleo de alho em cápsulas: 01 cápsula ao deitar se não for hipertenso, se for tome duas. O que mais se destaca na composição nutricional do alho, são os altos teores dos elementos zinco e selênio, ambos metais antioxidantes. No organismo humano, estes nutrientes estão envolvidos tanto direta como indiretamente no funcionamento do sistema imunológico.

Imunitec – Extrato Floral Composto 30 ml: 30 gotas em 200 ml de água às 07 – 14 e 21 horas. Imunitec é um composto elaborado com ervas especialmente indicadas para melhorar a Imunidade.

Damiana ou Chanana Albina: Chá Simples rasurado 40 gramas: Deficiência na imunidade, aidéticos e outros com problemas de albuminúria, bronquite, diabete, digestão, disenteria, dismenorreia (dor menstrual), dispepsia, dor de dente, dor em geral, dor nas costas, febre, gripe, hemorragia, incontinência urinária, leucorreia, lumbago (dor na região lombar), má digestão, metrorragia (sangramento do útero), puerpério (período pós-parto), reumatismo, tônico, tórax, vertigem, vesícula. Deve ser tomado 02 X dia: 01 colher de chá para 200 ml de água fervente. Tampar. Amornar e tomar às 10 e às 15 horas.

Imunidade – Garrafada de Babosa com ervas especialmente indicadas para aumentar a imunidade: 03 colheres de sopa: manhã, tarde e noite diluídas em 100ml de água natural. Um horário bom é às 08 – 14 e 20 horas.

Cabaú: Subproduto da cana de açúcar que realmente resolve os problemas da anemia (menos a falciforme). Enviamos apenas via Goolog.

Numerosos chás de ervas podem aumentar a imunidade , aumentando a função de vários componentes do sistema imune . Mas lembrem-se de que a dose e posologia devem ser respeitadas para que os princípios ativos da ervas seja somente benéficos. É bom salientar que: Evite tomar chá de astrágalo, ginseng e equinácea , se você tem febre, pressão alta ou uma doença auto-imune .

Dose e Posologis: 01 colher de chá de uma erva em 200 ml deágua fervente. Tampar. Desligar o fogo. Amornar. Tomar 03 X dia. Melhor horário: 07 – 14 e 21 horas. Não esqueçam de alternar as ervas para não deixar que o organismo se acostume e deixe de aproveitar ao máximo a capacide de cada uma.

Aqui estão algumas ervas que ajudam e muito na processo de aumento a imunidade:

Existem diversas ervas e vegetais capazes de impulsionar o sistema imunológico humano, que muitas vezes são enfraquecidos por tomar antibióticos em demasia. Aqui estão apenas alguns exemplos, com explicações sobre como estes vegetais naturais e ervas podem auxiliar o corpo e apoiar a imunidade natural às doenças.

Ervas favoráveis ao aumento da imunidade:

Alho: Este tempero teve um longo histórico de valor medicinal. Em um estudo foi constatado que o alho tem propriedades cardiovasculares, antimicrobianas e antineoplásica. Ele estimula os macrófagos. O ideal seria consumir dois dentes por dia. Consuma-o cru ou levemente cozido no sistema de cozimento a vapor (no máximo por 3 minutos). Se tiver problema com o sabor e odor, use cápsulas de óleo de alho. O alho é usado quase que diariamente como tempero na cozinha mediterrânea e do Oriente Médio.

Astragalo: Uma erva muito utilizada na medicina tradicional chinesa que ajuda na digestão e atua como um estimulante do sistema imunológico, bem como um diurético. A erva é usada em pessoas com falta de apetite, diarreia ou fezes moles, sangue nas fezes e sangramento uterino. Ele também contém polissacarídeos, saponinas e flavonóides. Praticantes da medicina chinesa também usam a planta para tratar sintomas de HIV/AIDS; especialmente fadiga, perda de peso, suores noturnos e insônia.

Babosa: Também conhecida como aloe vera, a babosa é um poderoso desintoxicante e antisséptico com propriedades imunológicas. Os pesquisadores ainda não sabem qual a substância dessa planta que é a responsável maior por seu poder medicinal.

A babosa tem alto teor de mucopolissacarídeos, um dos quais é chamado de acemanano, e também contém ligninas, enzimas, agentes antissépticos, vitaminas, minerais e aminoácidos.

Cúrcuma (açafrão-da-terra): Esta especiaria contém curcumina, que tem propriedades antioxidantes notáveis. É também antibacteriana, anti-inflamatória e traz benefícios suavizantes no estômago. Reduz a inflamação, estimulando as glândulas supra renais para aumentar o hormônio que reduz a inflamação. Estudos recentes indicam que esta solução também pode ser benéfica no tratamento do câncer por neutralização das células radicais livres

Echinacea: Membro da família da margarida, a enchinacea é uma erva popular que foi identificada como capaz de aumentar a imunidade e evitar infecções. Também tem sido dita capaz de prevenir e tratar infecções do trato respiratório, bem como o resfriado comum.

Ganoderma: Este cogumelo duro e amargo é também conhecido como Reishi. É usado para promover a saúde e longevidade na medicina tradicional chinesa. Os proponentes alegam que o ganoderma pode aliviar a fadiga, manter o colesterol sob controle, controlar a pressão arterial elevada, melhorar inflamações, construir histamina, e apoiar o sistema imunológico.

Gengibre: Diz-se que esta planta reduz inflamação, doenças cardiovasculares, coágulos e colesterol. Ele é frequentemente usado na medicina chinesa e é comumente usado para tratar vários tipos de “problemas estomacais”, incluindo a doença de movimento, a doença da manhã, cólica, dor de estômago, gases, diarreia, náusea causada pelo tratamento de câncer, náuseas e vômitos após cirurgia, bem como perda de apetite.

Gingko biloba: Tem sido usado na medicina tradicional para tratar doenças do sangue e melhorar a memória. Estudos científicos ao longo dos anos encontraram evidências de que apoiam estas alegações. Diz-se também que o Gingko biloba ajuda no tratamento de demência (incluindo doença de Alzheimer) e má circulação nas pernas. Ele também pode ser bom para melhorar a memória em idosos. Estudos de laboratório mostraram que a Ginkgo melhora a circulação dilatando os vasos sanguíneos e reduzindo a viscosidade das plaquetas do sangue. Estas árvores têm vida muito longa, muitas vezes podem viver até mil anos.

Ginseng: Outra erva comum na medicina chinesa. A variedade mais comumente estudada é Panax ginseng e é usada para aprimoramento do raciocínio, memória, concentração e eficiência do trabalho, resistência física e resistência atlética. É também utilizada no tratamento da síndrome da fadiga crônica (SFC), para estimular o sistema imunológico, e para combater as infecções específicas em uma doença pulmonar chamada fibrose cística. Seu principal componente ativo, ginsenosides, foi provado que têm propriedades anti-inflamatórias e anticâncer.

Pimentão: Estes vegetais de sabor doce vêm em cores diferentes, que vão do verde claro ao vermelho. Eles contêm um carotenoide chamado licopeno que protege nosso organismo contra diversos tipos de câncer. O pimentão contém vitaminas A, C, B (1,3,5, e 6), bem como vitaminas E e K. Eles também contêm boas quantidades de outros antioxidantes carotenoides, incluindo o alfa e betacaroteno. Compre os orgânicos, porque os não orgânicos podem ter elevados índices de pesticidas.

Sabugueiro: É um poderoso agente antivirótico. Extrato excelente para nos proteger de gripes e outras doenças viróticas. Estudos mostraram que bastou, durante três dias, a ingestão 30 gotas do produto diluídas em 200 ml de água 03 X ao dia para aliviar os sintomas da gripe em 90 % dos pacientes

Unha de Gato: Uma planta lenhosa, com ganchos parecidos com espinhos. É encontrada nas florestas tropicais sul-americanas que tem sido muito utilizada para tratar problemas de saúde, incluindo artrite, úlceras estomacais, inflamação, disenteria e febre. Também contém antioxidante e alcalóides oxindólicos, que reforçam a capacidade do sistema imunológico para destruir os agentes patogênicos.

Veja o que você pode fazer para aumentar a imunidade e fortalecer o organismo:

1. Argila verde: Aplique na testa, pescoço e solado dos dois pés. Faça 15 a 20 aplicações em dias seguidos ou alternados. Deixe agir por 90 minutos. Pelo menos a cada 6 (seis) meses faça essa aplicação.

2. Iogurte natural: estimula a produção de anticorpos e de interferon gama (substância produzida naturalmente pelas células chamadas linfócitos T. do nosso corpo). É de vital importância no combate a infecções, tumores, contra vírus invasores, além de ativar todo o sistema imunológico. Seus lactobacilos combatem as células cancerígenas. Consuma 180 a 200 gramas por dia. Pode adoçar com mel.

3. Shitake (cogumelo japonês): estimula os macrófagos e linfócitos T. Aumenta a produção de interleucina 1 (essa substância combate os tumores). Possui lentinana que contribui para aumentar a imunidade do corpo, também pode estimular os macrófagos e linfócitos. Recomenda-se ingerir 100 gramas por dia. Uma ótima opção é prepará-lo no sistema de cozimento a vapor.

4. Alho: In natura ou em cápsulas.

5. Mamão: consumi-lo constantemente refaz e fortalece o sistema imunológico, faça-o sempre uma hora antes das refeições ou duas horas depois.

6. Cenoura: estimula as células imunológicas. O ideal seria consumir 60 gramas por dia (sendo melhor prepará-las no sistema a vapor).

7. Zinco: esse mineral renova o sistema imunológico. Estimula o timo em qualquer idade. O timo desempenha papel fundamental para nossas defesas imunológicas.

Fontes de zinco: ostras cruas ou preparadas no sistema a vapor; fígado de boi; amêndoas, maxixe.

8. Óleo de copaíba: Pingue 05 gotas sobre a lingua e não coma nem beba líquido algum por pelo menos meia hora.

9. Por último evite a todo custo o consumo de açúcar, ele dificulta a absorção da vitamina C, danifica o sistema imunológico, após sua ingestão ele desativa o sistema imunológico por cerca de uma hora e meia a duas horas.

Um abraço e saúde

Malva Gomes

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *