Publicado em

Hotaliças: Cenoura, Chicória e Chuchu

Indicações Terapêuticas: Cenoura protege contra o câncer (principalmente o dos pulmões);- Melhora o sistema imunológico, protegendo contra as infecções;- As suas fibras auxiliam o funcionamento dos intestinos e a redução do mau colesterol;- Tem ação preventiva nas doenças dos olhos, como catarata, por exemplo.


ORIGEM : É nativa da Europa e da Ásia e cultivada pelo homem há cerca de dois mil anos.

MODO DE COMPRAR à O ideal é que se mantenham as folhas, aproveitando-as numa sopa, por exemplo; Quanto ao aspecto, deve ser: – Firme; – Lisa; – De cor alaranjada forte; se apresentar algumas partes verdes, significa que esteve exposta ao sol durante o crescimento, dando-lhe um gosto peculiar e desagradável.

MODO DE CONSERVAR: É conveniente, depois de lavar bem, manter as cenouras embrulhadas em saco plástico, na gaveta inferior da geladeira. Também pode ser guardada fora dela, desde que o local seja arejado e seco, podendo, desta forma, ficar conservada por até cerca de 10 a 15 dias, após o que, fica mais mole e perde o sabor. Se precisar conservar a cenoura por mais tempo, é aconselhável prepará-la para congelamento.

MODO DE CONSUMIR : – Crua: – Saladas; – Sanduíches; – Cozida: – Sopas; – Cremes; – Bolos; – Assados; – Refogados, etc.

COMPOSIÇÃO : – Beta-Caroteno (durante a digestão, se transforma em vitamina A, muito eficaz para a vista, a pele e as mucosas); – Vitamina C; – Vitamina E; – Fibras; – Sais Minerais: – Flúor; – Fósforo; – Cloro; – Potássio; – Cálcio; – Magnésio; – Sódio; – Iodo; – Manganês; – Silício.

VALOR CALÓRICO : 100 gramas: – Crua = 45 calorias;Cozida = 33 calorias.

INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS:

Protege contra o câncer (principalmente o dos pulmões);- Melhora o sistema imunológico, protegendo contra as infecções;- As suas fibras auxiliam o funcionamento dos intestinos e a redução do mau colesterol;- Tem ação preventiva nas doenças dos olhos, como catarata, por exemplo.

DICAS:

1 – Para que não se percam os principais nutrientes (alguns deles contidos na casca), não se deve descascar a cenoura. Basta raspá-la com uma faca ou com uma escova;

2 – Evite o consumo excessivo, pois, tal e qual o mamão (como já foi dito no capítulo das frutas), deixa a pele (principalmente das mãos) com uma coloração amarelada – basta diminuir o consumo, para a pele voltar ao normal.

 

CHICÓRIA (Escarola ou Endívia)

 

ORIGEM : É nativa da Índia; na Antigüidade, era usada por gregos e egípcios, que dela se utilizavam para preparar as poções para cura, o que já dá uma idéia do seu poder medicinal, como veremos adiante.

TIPOS : Tal e qual a alface, com quem muito se parece, tem 2 tipos: – lisa (também conhecida como "escarola"; – crespa.

MODO DE COMPRAR: Ao comprar, assim como nas demais hortaliças idênticas, observe bem as folhas, que devem ser firmes, bem verdes, e sem marcas de insetos. As folhas amareladas, ou mesmo meio murchas, já estão velhas, e não são recomendáveis para o consumo. Antes de comprar, lembre-se de que não rende muito, quando refogada; em geral, são necessários dois maços para 4 pessoas.

MODO DE CONSERVAR: A chicória pode ser conservada até por 1 semana, se as folhas forem guardadas inteiras (sem arrancar os talos), acondicionadas na gaveta da geladeira, dentro de saco plástico. O ideal é consumir até, no máximo, 3 dias após a compra. Se quiser conservá-la por período maior, é conveniente congelar.

MODO DE CONSUMIR: Tem um sabor amargo, quando ingerida crua, daí ser conveniente refogar, cozinhar, de preferência, no vapor e temperar à vontade.

COMPOSIÇÃO: – Fibras; – Beta-Caroteno (que, como já vimos, transforma-se em vitamina A); – Vitaminas do Complexo B (Riboflavina e Niacina);- Proteínas; – Sais Minerais: – Sódio; – Potássio; – Fósforo; – Cálcio; – Silício; – Cloro; – Ferro.

VALOR CALÓRICO : Em 100 gramas de Chicória crua são fornecidas 21 calorias.

INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS: – Eficaz no tratamento e prevenção de distúrbios da vesícula e do fígado; – Depurativa do sangue; – Estimula a digestão; – Laxante suave; – Depurativo dos rins; – Previne e auxilia no tratamento das hemorróidas.

 

CHUCHU

ORIGEM É originário da América Central e México e, embora seja considerado pela grande maioria das pessoas como sendo um legume, o chuchu é uma fruta, com a forma de uma pêra grande.

TIPOS Há as seguintes variedades: – Chuchu-branco: pequeno e sem espinhos; – Chuchu verde-claro; – Chuchu-verde, de tamanho médio, espinhoso e mais rijo; – Chuchu-mamute: o maior de todos, que é, quando novo, espinhoso e mais tenro.

MODO DE COMPRAR Prefira o chuchu verde, que é mais saboroso e macio do que o maduro. Escolha as peças que tenham a ponta mais estreita, mais afunilada, fechada, porque, se estiver mais aberta, é sinal de que o chuchu já está duro, velho, inadequado para o consumo. Observe também se há marcas ou lesões na superfície, o que não é recomendável para consumir, pois não deverá estar íntegro por dentro.

A proporção ideal é de 3 peças de tamanho médio, para 4 pessoas.

MODO DE GUARDAR O ideal é consumir o chuchu logo após a compra. No entanto, ele pode ser guardado na gaveta da geladeira por 3 ou 4 dias.

MODO DE CONSUMIR – Saladas; – Frito; – Ensopado; – Gratinado; – Com molho branco; – Com molho de tomate; – Suflê; – Cozido; – Combinado com outros alimentos, como o camarão, por exemplo, sempre explorando a criatividade culinária de cada pessoa, como temos exortado aqui.

COMPOSIÇÃO O chuchu contém, principalmente, Niacina, que é uma Vitamina do Complexo B;É pobre em nutrientes: – Tem poucas proteínas; – Tem sais minerais: – Cálcio; – Fósforo; – Ferro.

VALOR CALÓRICO : 100 gramas de chuchu cozido fornecem cerca de 30 calorias.

INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS Ideal para alimentação de bebês, pois é de fácil digestão e possui os nutrientes citados; – Cozido, com sal, é auxiliar no tratamento de distúrbios da pressão arterial.

 

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe um comentário ou resposta...