Publicado em

Hortaliças: Quiabo e Rabanete

Indicações terapêuticas: O quiabo tem entre outras propriedades,(vide sua composição) a ação de regulador do intestino, como suave laxante e ajuda na formação dos glóbulos vermelhos do sangue.

 

QUIABO

Origem: África, chegando ao Brasil juntamente com os escravos, no início da colonização pelos portugueses.

Outros nomes: quiabo, quimbombô ou gombô.

Modo de comprar: prefira os que são tenros, bem cheios e firmes, e a ponta quebra com facilidade quando a ponta apenas dobrar, é sinal de que o legume já está murcho ou muito fibroso; o quiabo também não deve estar muito deformado ou manchado. Quanto à cor, deve-se preferir os verdes-claros, pois uma cor amarelada indica que estão maduros demais; quando verdes, bem escuros, é sinal de que ainda não estão amadurecidos o suficiente. Para quatro pessoas, a quantidade a comprar é de aproximadamente 400 g.

Modo de conservar: conserva-se bem durante cerca de 5 dias quando guardado em saco plástico e colocado na gaveta da geladeira. Mas não deve ser lavado antes, para que não estrague mais rápido.

Modo de consumir: refogada, cozida, assada, em sopas e em saladas.

Observação: se você não gosta daquela "babinha" do quiabo, basta pingar gotinhas de limão, depois de cortado, antes de prepará-lo, ou depois de picar, juntar tomates e cebolas também picados e claro, com os demais temperos para fazer uma quiabada sem baba. O tomate e a cebola se encarregam de eliminar a baba.. Sua viscosidade não agrada algumas pessoas, mas é uma forma excelente de espessar sopas e ensopados. Para evitar essa secreção viscosa que o quiabo libera à medida que cozinha, o jeito é cozinhá-lo no vapor ou escaldá-lo até que fique macio.

Composição: o quiabo é um vegetal de alto valor nutritivo. Contém boa quantidade de vitaminas A e C e do complexo B. Além disso, é rico em sais minerais, como cálcio, ferro, fósforo e cobre. O quiabo é um alimento rico em fibras, além de ser fonte de cálcio, sódio, potássio e magnésio. Também apresenta vitaminas c, do complexo b e betacaroteno (provitamina a). O quiabo é um alimento rico em fibras, além de ser fonte de cálcio, sódio, potássio e magnésio. Também apresenta vitaminas c, do complexo b e betacaroteno (provitamina a).

É um vegetal pobre em calorias e rico em amido, que apresenta alto teor de folato. É, também, uma rica fonte das vitaminas antioxidantes A e C e de potássio, eletrólito que mantém o equilíbrio de líquidos no organismo e que ajuda a transmitir os impulsos nervosos, além de ser necessário para o exercício muscular e o metabolismo.

Valor calórico: 100 gramas de quiabo refogado fornecem 90 calorias

Indicações terapêuticas: O quiabo tem entre outras propriedades,(vide sua composição) a ação de regulador do intestino, como suave laxante e ajuda na formação dos glóbulos vermelhos do sangue.

 

RABANETE

 

Origem: originário de regiões da china e da Europa, cultivado desde a civilização egípcia na Grécia, o rabanete era oferecido em um vaso de ouro ao deus Apolo, em rituais de adoração.

Tipos: redondos, alongados e cilíndricos; de diversas cores: vermelhos, rosados, arroxeados, cinzentos ou brancos; e com tamanhos que variam entre 2 e 5 cm de diâmetro.

Modo de comprar: o rabanete fresco e bom para o consumo deve ser liso, firme, sem manchas ou machucados. As folhas também devem estar viçosas e bem verdes. Para saber quanto comprar, calcule 4 ou 5 rabanetes por pessoa.

Modo de conservar: retire as folhas, cortando bem rente à raiz. Lave e coloque em saco plástico e guarde na gaveta da geladeira.

Modo de consumir: deve ser consumida crua em saladas, para um melhor aproveitamento de seus nutrientes. Já as folhas e sementes, que também contém vitaminas e minerais, podem ser preparadas em saladas, sopas e refogados.

Composição: o rabanete é um alimento muito rico em vitamina C. Mas, além disso, também apresenta enxofre, potássio, cálcio, fósforo, ferro, sódio, cloro e magnésio.

Valor calórico: 100 gramas de rabanete cru fornecem 15,9 calorias

Indicações terapêuticas: possui muitas propriedades terapêuticas, dentre elas, estimula as funções digestivas, limpa as vias respiratórias, ajuda o funcionamento dos rins e do fígado, além de evitar a formação de cálculos na vesícula e rins.

 

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe um comentário ou resposta...