Publicado em

História sem final feliz

– Hum…aqui é a mamãe não é? Tô tão cansadinho… Viu só mamãe como tive que nadar depressa? Aquele outro lá quase passa a minha frente, quase me pega, se eu não tivesse conseguido nadar mais depressa ainda mamãe, seria outro o seu filhinho. Viu só quantas menininhas deixei para trás? He, he, he… elas são fortes, mas sou mais rápido né mamãe? Aqui está tão quentinho, tão confortável… Vou tirar uma sonequinha para descansar. Beijos mamãe, até logo….
– Oi mamãe acordei e estou tão diferente… Antes eu era uma cabecinha e um rabinho que me ajudava a nadar bem depressa. Hoje sou uma bolinha feita de várias outras, sinto que estou crescendo… Mas é estranho, não sigo as regras normais da matemática, pois cresço enquanto me divido. Gozado né? Sinto sua mãozinha passando aí do lado de fora. E sabia que chocalha muito quando você vomita? Por que você vomita mamãe? E por que, às vezes, parece que você dorme, mas não dorme, parece que vai ficando tudo escurinho à sua volta. Sinto isso, não sei como, mas sinto. Já é tempo de dormir novamente… Sinto tanto soninho…
– Acordei de novo mamãe. Acordei com seus soluços. Por que sinto essa tristeza imensa vindo daí de fora mamãe? Olha vou contar umas novidades, assim a senhora vai ficar feliz. Veja, já tenho as primeiras formações de meus bracinhos e de minhas perninhas. Minha cabecinha ainda está grande, mas daqui até eu nascer vai ficar tudo proporcional e você verá que serei um lindo bebê. Vou crescer forte e te amar demais… Demais mesmo! Tanto que a senhora vai esquecer as dores, os enjôos e vai me amar muito, não é mamãe? Diga que vai… Diga. Novamente o soninho mamãe… Ele sempre vem quando recebo esse carinho aí que a senhora faz do lado de fora. Hum… É tão bom…
– Quem é que está gritando aí mamãe? Acordei assustado. Quem é esse homem bravo? Quem? Ah… pela conversa é o papai. Oi papai! Estou aqui! Sou menino igual ao senhor, né? Mas que cara brava ele tem mamãe… estou com medo. Passe a mão na barriguinha… Estou assustado… Assim mamãe… O soninho ta chegando… nem deu tempo de contar as novidades e dizer que já tenho um dedinho para chupar… é gostoso….
– Ouvi um barulho forte… Mamãe… Mamãe… O que foi? A senhora ta chorando. Será que eu fiz alguma coisa que a deixou triste? Mamãe… A senhora é tão linda, queria tanto que pudesse me ouvir tanto quanto ouço a senhora… Eu falaria do meu amor que cresce a cada dia. Sou parte da senhora e do papai. Sou o resultado do amor de vocês. Diga ao papai que meu pipizinho já está aparecendo, he, he, he… Diga que o filhinho dele é um machinho, um machinho sim senhor! Lá vem aquela molezinha de novo… Tchau mamãe, vou dormir.
– Mamãe… Ops… Que coisa é essa onde você entrou? Está chacoalhando… vrumm vrumm vrumm… Ei isso é divertido! É um carro não é mamãe? Estamos indo passear… Mas porque a senhora está chorando? Por que o papai está assim… Parece preocupado… Mas o balanço do carro é tão gostoso… Lá vou eu dormir de novo.
– Que cheiro ruim é esse… Entra no meu narizinho e faz arder… Que lugar é esse mamãe? Por que a senhora veio aqui? Quero ir embora, aqui é sujo, feio, triste e ainda cheira mal. Mamãe… Por que a senhora está chorando? Mamãe!!! O que é isso que está entrando em você? Está invadindo meu lugarzinho mamãe! Está perto demais de mim! Ai mamãe, isso dói, está me machucando! Mamãe isso arrancou meu bracinho… Ai mamãe, socorro… Socorro… Manda parar mamãe… Manda parar… Estou sofrendo muito… Ai mamãe, que dor… Está tudo ficando escuro… Estou indo embora mamãe… Não vou nascer para ser o seu filhinho… Adeus mamãe… adeus…
– Aqui está o pagamento pelo aborto doutor, tudo conforme o combinado…
– Obrigado senhor… Quando precisar… já sabe, aqui o serviço é baratinho…
______________________________
Malva Gomes dos Santos – Escritora radicada em Aracaju/SE tem trabalhos premiados e participa de várias antologias no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e em Salvador, na Bahia. É Membro Efetivo do Grupo Cultural Pórtico. Livro publicado: Vamos pro mundo? E livro editado pela Editora Ripress: Eu, o Magistrado! Tem textos publicados na Notívaga e em vários outros sites.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *