Publicado em Deixe um comentário

Fumantes

Apesar de todo mundo ler, ouvir e assistir sobre os malefícios dos cigarros, é comun se ver ainda homens, mulheres e infelizmente adolescentes com o cigarro entre os dedos ou dependurado nos lábios malcheirosos. Aliás em se tratando de cigarro, tudo fica malcheiroso, as mãos, os cabelos, as roupas, a casa, o quarto e o hálito então… nem se fala. Nunca vi coisa pior para tirar o perfume de um corpo limpo do que o cheiro nauseabundo de cigarros e bebidas alcoólicas.

Uma campanha americana contra o cigarro impressiona o público, foi lançada pelo Centro de Controle de Doenças e Prevenção do governo dos EUA . a campanha antitabagista está gerando comentários por seu poder de chocar o público mostrando vítimas de estragos irreparáveis no corpo mostram como foram afetadas pelo vício. A comunicação que tem a pretensão de combater um vício, via de regra, precisa de muito impacto para mexer com a cabeça das pessoas, sobretudo de fumantes. Num dos depoimentos, por exemplo, um homem conta como é a experiência de viver com um buraco na garganta. Outra cena chocante mostra uma mãe, que relata o fato de ter um filho prematuro, que pesa apenas 1.3 Kg.

No Brasil, 200 mil pessoas morrem anualmente em decorrência da exposição aos produtos do tabaco, sendo o tabagismo a principal causa de morte evitável e fator de risco para seis das oito doenças que mais matam, dentre elas infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral, doenças pulmonar obstrutiva crônica e tuberculose. Com base na necessidade de reforçar ainda mais as advertências contra o uso de produtos derivados do tabaco, em pesquisa publicada na revista História, Ciências, Saúde – Manguinhos, publicada pela Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz), pesquisadores das universidades Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Federal Fluminense (UFF) e Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) avaliaram a eficiência das novas campanhas do Ministério da Saúde nos maços de cigarros.

“Advertências sanitárias com imagens mostradas em embalagens de cigarro são uma das formas mais efetivas de informar acerca das consequências do tabagismo. Pesquisas da neurobiologia da emoção demonstram que estímulos visuais afetam atitudes e comportamentos; estímulos agradáveis promovem predisposições para aproximação e aversivos, afastamento”, comentam os pesquisadores no artigo.

“Os apelos positivos que o marketing da indústria tabagista induz em suas embalagens devem ser neutralizados por advertências que mostrem o risco de fumar, desconstruindo o apelo prazeroso e induzindo predisposições de afastamento em relação ao produto”. Segundo os pesquisadores, o Brasil é tido como exemplo mundial na área de controle do tabagismo, tendo desenvolvido longa e histórica luta para ampliar políticas de saúde pública para diminuir o uso de cigarros.

A Igreja Universal tem feito um trabalho elogiável dentro de sua visão de que a dependência de drogas é de ordem espiritual e em seus cultos realizados todos os domingos às 15 horas em qualquer um de seus endereços, é realizada a libertação de pessoas que chegam lá cativas de espítitos que as mantêm acorrentadas a seus hábitos de utilização de grogas como o cigarro, maconha, substâncias injetáveis e outras. Se tem dado certo, é coisa que se pode comprovar pelo número imenso de ex-drogados que hoje são chefes de família exemplares, obreiros e pastores na luta que hoje travam contra as drogas, que um dia os apreisionaram e agora se dedicam em cultos a favor dos drogados que são libertados em poucas reuniões, havendo os que estão mais predispostos que saem da primeira reunião já libertos. E não voltam mais aos hábitos nocivos, pois eles são blindados para que as forças maléficas não possam mais torná-los prisioneiros de seus caprichos. É ver para crer.

Há diversos tratamentos para deixar o hábito de fumar, sem a interferência da Igreja Universal e um deles é o tratamento de reposição de nicotina, que consiste em manter o organismo com doses cada vez menores da droga, reduzindo os sintomas físicos de abstinência, como a irritação, dores de cabeça e dificuldade para concentração, sem expor o fumante aos efeitos nocivos dos outros componentes do tabaco. Mas infelizmente por falta de força de vontade não dá certo para a maioria das pessoas.

Outro tratamento é com o efeito do choque, mas só serve para pessoas com grande firmeza de caráter e força de vontade. A pessoa coloca o maço de cigarro no bolso ou na bolsa e olha para ele e diz: Não fumo porque não quero, você está bem aí, mas eu sou maior e mais forte que você. Quando o maço estiver esfarelando, será jogado fora com grande orgulho do vencedor. Mas alguns voltam ao vício depois de algum tempo.

Tem o tratamento com Nosodioterapia, nele usa-se a Botica da Adicção, que é utilizada nos tratamentos de dependências de drogas. Nesta botica vem um Constitucional de Essencias Vibracionais de Mandragora e uma série com 12 frascos de Essencias Vibracinais de Nosódio da Adcção e um drenador com a Essencia Vibracional Ayahuasca. É um tratamento com duração de 01 ano.

Há também o tratamento feito pela A Loja do Chá de Aracaju com: Garrafada contra drogas

A garrafada é feita com base em: Xarope de agrião com alegrim, carqueja e tanchagem.

O valor em outubro de 2014 é de R$ 160,00 mais o frete. Modo de usar: 01 colher de sobremesa 03 X dia. Não comer nem beber por 01 hora.

Use também o chá de mulungu: 01 colher do pó em 200 mlde água fervente. Tampe – /deixe amornar e tome 30 minutos antes de deitar. Ele não deixará que tenha ansiedade, nervosismo e ainda o livrará do estresse, TPM, problemas de menopausa e andropausa.

Chá de sementes de aveia: O chá das sementes de aveia você pode fazer em casa com 01 colher de sopa das sementes em um garrafa térmica de 01 litro, preenche com água fervente (borbulhante) e só passa a dar a ele após meia hora, dê 01 xícara de cafezinho de hora em hora. Você pode combras as sementes em sua cidade.

Este tratamento tem dado certo para muitas pessoas, mas não sabemos se elas um dia irão querer dar umas tragadas para “ver se ainda gostam” e recomeçar o hábito desgraçado de fumar. Basta só umas baforadas para despertar no cérebro a recordação dos tempos em que a pessoa era fumante e aí, logo ela estará com o umbigo encostado no balcão de qualquer boteco pedindo um maço de cigarros, que abrirá sofregamente, com uma vontade incrível de fumar.

A pessoa só deixa realmente de fumar quando não se deixa enganar por uma tragada, bem como o alcoólico não se pode deixar enganar por somente um gole. Estarão novamente presos nas garras do vício.

Dieta

O fumante deve fazer uma dieta de água, abacaxi, melancia, suco de laranja, suco de acerola, e não esquecer de tomar muita água, mas muita mesmo. Pelo menos 2 litros e meio de água pura e natural.Tudo que for possível para lavar o orgaismo expulsando toda a nicotina. Não use balinhas, só o deixarão mais nervosos, toda vez que tiver vontade de fumar, tome banho, tome meio litro de água gelada com pedras de gelo, pois não é o que seu cérebro está pedindo e de tanto receber o que não quer ele deixa de pedir.

Um abraço e saúde.

Malva Gomes

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *