Publicado em

Esporão do Calcâneo – A dolorosa Fascite Plantar tem jeito.

Os esporões de calcanhar são saliências ósseas semelhantes a ganchos na parte de trás do calcanhar. Eles podem ser o resultado de lesão da faixa de tecido conjuntivo que se estende através da parte de trás do calcanhar. A lesão oferece espaço para depósitos de cálcio que se acumulam e criam os esporões.

Novidade: Clique aqui e conheça o Kit para Fascite Plantar e Esporão de Calcâneo.

1º – TRATAMENTO NATURAL: VINAGRE DE MAÇÃ

Felizmente, há outros remédios para o esporão de calcanhar que podem ser feitos em Use vinagre de maçã para dissolver os esporões. O vinagre os eliminará em várias semanas. Há muitas maneiras de aplicá-lo; a parte mais importante do uso desse remédio é manter o meio de aplicação úmido.
1 – Use um envoltório no calcanhar embebido em vinagre de maçã durante o máximo de dias possível. Há várias maneiras de fazer isso. Corte em pedaços um saco de papel e dobre-o, de modo que se obtenha uma camada dupla de espessura de papel. Mergulhe o papel o máximo que puder em vinagre de maçã e comprima-o contra o calcanhar de um sapato velho. Coloque o sapato e faça suas atividades. Umedeça novamente o papel a cada duas horas. Tente fazê-lo antes que se torne completamente seco. A aplicação constante deve eliminar o esporão de calcanhar em cerca de uma semana.

2 – Se for possível tratar o esporão de calcanhar apenas em um determinado momento do dia, umedeça uma toalha de algodão em vinagre de maçã, dobre-a em um quadrado e prenda com fita ao calcanhar com uma atadura de pano.

3 – Também é possível prender uma gaze ao calcanhar ou umedecer a atadura de pano em vinagre. Assegure-se apenas de manter a aplicação constantemente úmida. Pode-se usar todas essas aplicações pela casa enquanto realizada suas tarefas ou até ir se deitar à noite. Umedeça o esporão até o momento de dormir todas as noites; isso deverá eliminá-lo em duas ou três semanas.

4 – Cuide-se com um tratamento de “spa” com o vinagre de maçã, especialmente se tiver esporões nos dois calcanhares. Aqueça-o ligeiramente em uma panela e despeje-o em uma bacia de plástico pequena. Mergulhe os pés na bacia, adicionando mais vinagre aquecido à medida que esfria. Isso elimina a necessidade de umedecer panos e também pode amolecer calos duros e eliminar fungos dos pés.

5 – Outra maneira bastante eficaz para quem trabalha sentada, é colocar os pés em uma assadeira que tenha tamanho suficiente para colocar os pés imersos no vinagre. Mantenha uma toalha para secar os pés apenas pisando nela, se precisar levantar e tenha também próximo uma sandália fácil de calçar. Merculhe os pés por uma hora, descanse por 15 minutos, volte a mergulhar e assim faça até terminar seu expediente. Se puder manter o vinagre sempre aquecido, o resultado será mais rápido.

2º TRATAMENTO NATURAL : CHOQUE TÉRMICO

Aqueça azeite de dendê em quantidade que dê para mergulhar apenas os calcanhares. Cuidado para não aquecer demais. Deixe até que o azeite fique morno. Mergulhe imediatamente os calcanhares em água gelada com gelo. Deixe até que o gelo derrta e volte a mergulhar os calcanhares em azeite de dendê quente o suficiente para aquecer sem queimar a pele. Volte aao frio e assim sucessivamente por umas três vezes em cada temperatura. Você precisa de alguém para ficar trocando o azeite quente e a água com gelo.

3º TRATAMENTO NATURAL: EMPLASTRO DE FOLHAS DE AROEIRA

Ingredientes:
– folhas de aroeira
– raiz de gengibre
– álcool em gel

Modo de preparar o Emplastro:
– Fervem-se as folhas (ou 01 colher de sopa de folha rasurada) de aroeira para amolecer um pouco. Depois de esfriar, rala-se pouca quantidade da raiz de gengibre, mais ou menos 01 colher de chá (pois o gengibre é picante e, se colocado em grande quantidade, arderá na pele). Caso, por descuido, você coloque a mais e arda a sua pele, levante o emplastro, banhe o local com água gelada e aplique um emplasto novo, com menos gengibre.

Adiciona-se, pouca quantidade também, do álcool em gel ao gengibre ralado e às folhas cozidas de aroeira. Após misturar todos os ingredientes, o emplastro estará pronto para ser colocado e amarrado com um pano limpo no local afetado. De preferência, aplicar o emplastro à noite, antes de dormir, e retirar ao amanhecer.

Indicações: – Esporões (de calcâneo, de coluna, etc.), pós retirada de gesso em fraturas, problemas ósseos em geral, problemas articulares em geral, problemas musculares em geral, inflamações externas onde não haja feridas e/ou escoriações (isto é, somente com a pele íntegra), etc…
OBS.: A aroeira e o gengibre são anti-inflamatórios naturais.

4º TRATAMENTO NATURAL – FOLHAS DE ESPINAFRE

O espinafre é um ótimo remédio caseiro para diminuir as dores causadas pelo esporão de calcâneo. Basta fazer um cataplasma com algumas folhas frescas de espinafre por 20 minutos para sentir a diferença.
Ingredientes
• Algumas folhas de espinafre
Modo de usar: Corte as folhas e amasse bem, coloque sobre o esporão e prenda com uma gaze. Deixe agir por 20 minutos e lave a seguir com água morna.
Dicas para o tratamento do esporão de calcâneo
A principal dica para o tratamento do esporão de calcâneo é diminuir o peso do corpo sobre ele. Para tal, pode-se comprar numa farmácia uma palmilha específica para esporão de calcâneo, que tem uma abertura que deve ser colocada na área onde está localizado o esporão, fazendo com que este não toque no sapato.
O uso de sapatos confortáveis, é também parte importante do tratamento. O ideal é aquele sapato que acomoda bem os pés e é confortável, não sendo nem muito mole nem muito duro.

5º TRATAMENTO NATURAL ARGILA E GARRA DO DIABO

Faça um chá forte com 01 colher de sopa de garra do diabo rasurada ou em pó em 200 ml de água fervente. Deixe esfriar. Coloque argila suficiente para formar uma massa que não escorra. Coloque uma camada de 02 cm envolvendo os calcanhares. Deixe por 1hora e 50 minutos. Retire e volte a fazer o cataplasma de argila e garra do diabo no dia seguinte.

ALOPATIA:

O que é o esporão do calcâneo?
O esporão do calcâneo é uma condição óssea degenerativa (artrose ou artrite), constituindo-se de uma espícula óssea que se desenvolve na parte anterior do calcâneo (osso do calcanhar). O calcâneo é o osso de maior tamanho em toda a estrutura óssea do pé e suporta todo o peso do corpo, sofrendo um impacto intenso e constante.

Há duas espécies de esporão do calcâneo:
• Inferior: comprometimento da fáscia plantar.
• Posterior: comprometimento da bolsa retrocalcânea.

Quais são as causas do esporão do calcâneo?
O esporão do calcâneo afeta principalmente as mulheres, entre 40 e 50 anos, praticantes de caminhadas ou corridas e aquelas que trabalham em pé por longos períodos ou as que sofrem com o sobrepeso. Mas ele pode afetar também os homens.
A planta do pé é composta por estruturas elásticas (músculos) e rígidas (fáscias). Na prática, essas estruturas aumentam a eficiência do impulso executado quando o calcanhar se distancia do solo. Quando há um esforço excessivo nesta região podem ocorrer fissuras e inflamações da fáscia. Isso pode ocorrer em virtude da retração do tendão de Aquiles ou de pés com a curvatura anômala.
O esporão do calcâneo pode não ter causa específica.

Quais são os sinais e sintomas do esporão do calcâneo?
O esporão é frequente entre desportistas, pessoas com excesso de peso e pessoas com pé cavo ou pé plano.
Raramente o esporão causa inflamação visível, avermelhamento ou outro sinal aparente. A dor é o principal sintoma e começa já com os primeiros passos do dia. Geralmente é uma dor pulsante na zona plantar do calcanhar, mas há também uma dor de repouso e ao colocar o pé no calçado.
Deve-se estar advertido de que nem toda dor no calcanhar é esporão e há esporões que não doem.

Como o médico diagnostica o esporão do calcâneo?
O esporão de calcâneo pode ser diagnosticado através do relato dos sintomas e de um exame físico adequado. A radiografia ajuda a confirmar o diagnóstico.

Como o médico trata o esporão do calcâneo?
Inicialmente, o tratamento consiste em alongamento do tendão de Aquiles e da fáscia plantar e no uso de uma palmilha de silicone para o calcanhar. Geralmente, em oito semanas esse tratamento beneficia 90 a 95% dos pacientes.

Para os que não se beneficiam, existem duas opções:
• Injeções de corticoide na fáscia plantar.
• Uso do night splint (tala noturna), que imobiliza o tornozelo e alonga a fáscia plantar.
Só 5% dos pacientes demandarão medidas cirúrgicas, que podem não apresentar uma resposta muito boa.

Como evolui o esporão do calcâneo?
Os sintomas do esporão do calcâneo são bem controlados com a fisioterapia, palmilhas e calcanheiras de silicone. A maioria dos casos dolorosos de esporões do calcâneo cura-se somente com o uso de anti-inflamatórios e de sapatos confortáveis.

Como prevenir o esporão do calcâneo?
Existem algumas medidas que não tratam o esporão, mas minoram os sintomas que ele causa:
• Usar sapatos com amortecedores e salto de no mínimo 2,5 cm de altura.
• Usar sapatos fechados e protegidos.
• Evitar ficar em pé por tempo prolongado.
• Controlar o excesso de peso corporal.
• Fortalecer a musculatura da planta do pé.
• Não fazer corridas ou saltos sem a adequada preparação da musculatura do pé.
• Usar calçados adequados às diversas práticas esportivas.
• Fazer rolamentos com uma bola elástica (aquelas que têm umas pontas mais salientes) nos pés. Estes exercícios devem ser feitos três vezes ao dia, repetindo os rolamentos umas cem vezes.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *