Publicado em

Dicas de Tudo: Você tem excesso de suor?

Saiba que existe cura. Cerca de 1% da população sofre de excesso de suor ou hiperidrose. O ato de suar é um fenômeno natural e essencial ao organismo.

O suor é um líquido produzido pelas glândulas sudoríparas constituído por água, sais minerais e algumas outras substâncias. As principais funções são regular a temperatura do corpo, ajudar eliminar o excesso de sais minerais e também extravasar tensão e insegurança. O responsável por todo este mecanismo é o Sistema Nervoso Simpático Autônomo – Nervo Simpático.

Suor recebe o nome científico de Hiperidrose. A hiperidrose é o aumento exagerado e desagradável na produção de suor. Apesar de ser uma condição benigna, transforma-se em maligna para quem possui a alteração, pois afeta a qualidade de vida.

Não se perde a vida por este problema, mas causa um sofrimento subjetivo e crônico, gerando situações desconfortáveis e muito constragedoras no dia-a-dia.

As causas da hiperidrose, do excesso de suor ainda é desconhecida na maioria das pessoas, por isso é chamada de hiperidrose primária ou emocional. Nos casos onde o excesso de suor é causado por doenças endócrinas, distúrbios psiquiátricos, utilização de algumas medicações, alterações neurológicas, menopausa, obesidade, aumento da temperatura ambiente, exercício físico, febre, ansiedade e dietas termogênicas, é chamada de hiperidrose secundária.

A maioria das pessoas que possui hiperidrose primária apresenta disfunção do nervo simpático. Os locais mais atingidos são mãos, axilas, pés e região crânio-facial, podendo aparecer também nas mamas, virilha, tórax e nuca.

Para resolver o problema das axilas e dos pés, leia as Dicas de Tudo:

 

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe um comentário ou resposta...