04/09/2014

Não há nada pior para uma mãe que o desconforto do filho. E não há nada que incomode mais uma criança do que a dor e a coceira. A pobrezinha não dorme bem, fica irritadiça, chorando, pedindo socorro mesmo sem saber falar. A criança chora, a mãe chora, se desespera. A sensação de frustração é imensa e nada parece funcionar. é medicamento para todo lado e ela já não sabe mais o que dar. E se pergunta:

O que posso fazer?

Há outras medidas caseiras que você pode tentar e na grande maioria das vezes acertar e acabar com o incômodo do seu bebezinho. Veja uma a uma e faça quando precisar:

Chá de bardana feito com 01 colher de chá da erva triturada em 200 ml de água fervente. Tampar. Desligar o fogo. Amornar. Dar 50 ml para a criança beber e os 150 ml restantes passar no corpo todo com um lenço. Deixar sempre este chá na garrafa térmica. Quente e forte (02 colhres de chá para 200 ml de água), e na hora de usar adicione água gelada para amornar e passe no local da dermatite. Uma vez ao dia em casos menos sérios e 02 vezes em casos mais sérios fazer um chá com 01 colher de sobremesa de camomila para 300 ml de água fervente. Tampar. Desligar o fogo. Amornar. Dar 50 ml para a criança beber e os 250 ml restantes enxaguar o corpo da criança após o banho.

  • Banho: Usar preferencialmente o sabonete líquido da Forever, ele é de babosa e perfeito para tratar a pele de adultos e de crianças.

  • Existem indicações de que alguns alimentos agravem a dermatite. Se você notar que certo alimento piora a situação do seu filho, pode evitar dar aquela comida, mas não mude radicalmente a dieta dele sem falar com o pediatra.

  • Não é preciso dispensar o bichinho de estimação da casa, a não ser em casos muito graves. Mas você pode evitar que ele entre no quarto do bebê, ou fique nos lugares em que a criança mais fica.

  • Acredita-se que alguns casos de dermatite sejam causados por ácaros que vivem no pó. Use um pano úmido para tirar o pó dos móveis e no chão da casa passe Qboa misturada com pouca água. Faça o mesmo atráz dos móveis e no estrado do colchão. Em último caso, você pode pensar na possibilidade de trocar o carpete por piso fácil de limpar, ou tirar os tapetes da casa. Outra medida que pode ajudar é lavar os lençóis e fronhas com frequência, de preferência com água quente.

  • O aleitamento exclusivo por pelo menos quatro meses protege contra a dermatite e outras alergias. Pode haver casos de bebês e crianças que tenham dermatite e sejam alérgicas ao leite, mas é importante falar com o médico antes de tirar o leite da alimentação do bebê, já que o problema de pele é apenas um dos sintomas da alergia ao leite, e existe hoje uma tendência de diagnosticar precipitadamente esse tipo de problema. Se a criança não for amamentada, o uso de uma fórmula de leite que contenha proteína de leite de vaca processada (chamada de fórmula parcialmente hidrolisada) pode diminuir as probabilidades de desenvolver eczema.

  • Prefira roupas de algodão, e evite tecidos sintéticos.

  • O calor e o suor podem agravar a dermatite, por isso coloque roupas leves no bebê, e, no frio, vista-o em camadas para ficar mais fácil de ir desagasalhando a criança conforme esquenta.

  • Mantenha as unhas do seu filho bem curtas para evitar que ele se machuque quando coçar as lesões. Se seu bebê está se arranhando à noite, você pode colocar luvinhas especiais ou até meias nas mãos dele.

    Espero que seu filhinho fique sadio e confortável. Malva Gomes

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

X