Publicado em

Coluna: Dicas para ter uma coluna saudável

Uma das patologias mais difíceis de suportar é afecção da coluna. Não há um momento em que a dor não nos faça lembrar de que temos coluna cervical, torácica lombar, sacro lombar, mas não importa o nome, cada uma delas sabe e muito, como nos fazer sofrer. Mas, ao longo do tempo fomos coletando informações que nos ajudam a ter o direito de fazer com que a coluna não nos machuque tanto. Veja abaixo:
1 – Durma em um colchão firme e aconchegante que receba o seu corpo sem agredi-lo e que não afunde com o seu peso. O ideal é que durma de barriga para cima. Nesse caso pode usar um travesseiro sob os joelhos, para mantê-los ligeiramente flexionados e um travesseiro baixo para a cabeça. Se costuma dormir de lado use um travesseiro para apoiar a cabeça e mantê-la na altura dos ombros. De lado, encolha uma das pernas e mantenha a outra estendida. Não durma de bruços. Essa posição, além de prejudicar a respiração desalinha a coluna vertebral, principalmente na região cervical.
2 – Ao acordar não pule da cama imediatamente. Comece por uma boa espreguiçada para "acordar" os músculos.
Deitada, dê aquela alongada nos músculos lombares abraçando os dois joelhos contra o peito, como na posição fetal. Reparem a agilidade dos felinos e observem que jamais se levantam, após o sono, sem uma boa espreguiçada. Depois vire-se de lado, encolha os joelhos e sente-se na cama. Permaneça um minuto sentado, só depois levante.
3 – Sentado mantenha a sua coluna bem apoiada nas costas da cadeira, pés apoiados no chão. As nádegas devem estar bem para trás, o mais próximo possível das costas da cadeira. Evite cruzar as pernas, ou deslizar o corpo para frente.
4 – Ao guardar livros ou retirar objetos em locais de difícil acesso (prateleiras altas, armários) evite ficar na ponta dos pés. Use um banquinho ou uma escada de abrir. Na cozinha a altura dos armários devem ser compatíveis com dos usuários.
5 – Evite elevar grandes pesos. Se for necessário, faça-o da seguinte forma: Dobre os joelhos, segure firmemente o peso a ser levantado e eleve-o por força dos músculos das pernas. Transporte-o mantendo a coluna na vertical. Nunca use a força dos músculos lombares para esse trabalho. Cuidado com as torções da coluna carregando pesos. Elas costumam ser terríveis para a coluna.
6 – Se tiver que ficar de pé, por força de seu trabalho, use um pequeno apoio para um dos pés. Troque seguidamente a perna de apoio para poder descansar. De vez em quando contraia os glúteos por alguns segundos.
7 – Ao dirigir o seu carro observe para que a distância do banco ao volante permita que suas costas fiquem apoiadas e eretas.
8 – Quando sentir dores lombares ponha uma toalha felpuda no chão, junto da cama, e deite-se de barriga para cima, apoiando a região lombar num saco d' água bem quente envolto em uma toalha úmida. As coxas devem ficar encostadas na parte lateral da cama e as pernas apoiadas na parte de cima do colchão. Barriga, coxas e pernas formam uma espécie de degrau. Permaneça assim por vinte minutos.
9 – A imobilidade localizada ou generalizada produz rapidamente osteoporose. Os efeitos prejudiciais do repouso em leito e mesmo da vida sedentária, sobre o esqueleto são reconhecidas como a maior agressão que se pode fazer ao corpo.
10 – Finalmente um sábio conselho: "Quando mais fraco o corpo, mais ele manda, quanto mais forte, mais obedece."
Tratamento Fitoterápico Para Coluna:
1 – Floral Colunac
2 – Dolomita
3 – Floral Canela de Velho
4 – Leite de Mangaba
5 – Revitalorg C/E para normotensos ou hipotensos
6 – Revitalorg S/E para hipertensos
Tratamento Nosodioterápico Para Coluna:
Nosódio Coluna
Ósteo Nosódio
Constitucional de Bach

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *