Publicado em Deixe um comentário

Garganta inflamada pede própolis

A própolis é uma substância poderosa, sendo popularmente conhecida como um antibiótico natural. Ela contém muitos componentes benéficos, incluindo os bioflavonoides, que são responsáveis pelo efeito antioxidante e antibiótico. Por isso, a própolis pode ser utilizada no tratamento de diversas doenças.

Hoje você aprenderá a preparar um gargarejo feito com própolis e sal. Essa receita caseira, criada pelo médico Edson Credidio, é ótima para acabar com a dor de garganta. Veja o passo a passo para preparar o remédio natural em sua casa, sem complicações.

Receita de gargarejo com própolis e sal

Você vai precisar de:
1 copo de água
10 gotas de extrato de própolis
1 colher (sopa) de sal

Modo de Preparo:

Esquente a água até que ela fique morna. Depois junte o sal e as gotos de própolis e misture bem.

Posologia

Faça sempre o gargarejo com a mistura morna e lembre-se de não engolir o líquido. Repita esse processo 2 ou3 vezes por dia, até que não sentir mais a dor e o incômodo.

Dicas
Procure comprar a própolis manipulada por um laboratório de confiança;
O gargarejo também pode ser utilizado para aftas e gengivite;

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Publicado em Deixe um comentário

Joelhos: Quais as causas da dor?

Dor em joelho é extremamente freqüente. Há dezenas de causas. Algumas são muito comuns e fáceis de diagnosticar, mas há situações em que o esclarecimento do problema pode ser uma tarefa lenta e trabalhosa. A Loja do Chá de Aracaju trata as patologias que afligem os joelhos usando os componentes do Kit Joelhos abaixo descritos:

JOELHIN

Floral: Apresentação: Frascos contendo 30 ml de floral elaborado com as ervas mais indicadas para a patologia.

Dose: 30 gotas em 200 ml de água 03 X dia.

CANELA DE VELHO

Floral Flora: Apresentação: Frascos contendo 30 ml de floral elaborado com as ervas mais indicadas para a patologia.

Dose: 30 gotas em 200 ml de água 03 X dia.

REVITALORG

Apresentação: Frascos contendo 30 ml de floral elaborado com as ervas mais indicadas para a patologia. O REVITALORG pode ser encontrado com ervas, para quem não tem hipertensão e o REVITALORG sem ervas para quem tem hipertensão.

Modo de Usar:

Há dois modos de usar:

1 – 30 gotas em 200 ml de água manhã e noite. Ideal para quem tem que levar o produto para o trabalho.

2 – Diluir o frasco de 30 ml em 01 litro de água e usar 50 ml para cada toma, acrescentando 150 ml de água. Ideal para quem permanece em casa.

Dose: 30 gotas em 200 ml de água 03 X dia.

LEITE DE MANGABA

100% natural, extraído de mangabeiras. Excelente fonte de recursos para o tratamento de problemas gástricos, intestinais, reumáticos e ósseos.

Apresentação: Garrafa contendo 01 litro de leite de mangaba a 75%.

Dose: 01 colher de sopa diluida ou não 03 X dia ou 50 ml dilúidos ou não em jejum.

ERVA DE BUGRE – Floral

Apresentação: Frascos contendo 30 ml de floral elaborado com as ervas mais indicadas para a patologia.

Dose: 30 gotas em 200 ml de água 02 X dia.

ARTRO NOSÓDIO:

Apresentação: Frascos contendo 30 ml

Dose: 05 gotas em 100ml de água 02 X dia – manhã e noite.

NOSÓDIO JOELHO:

Apresentação: Frascos contendo 30 ml

Dose: 05 gotas em 100ml de água 02 X dia – manhã e noite.

CONSTITUCIONAL:

Para que seja determinado o seu constitucional, favor enviar seu peso, idade e altura para: [email protected] É o constitucional que irá preparar seu organismo para o tratamento com o Nosódio. Deverá adquirir 03 frascos para repetir a toma a cada 03 meses.

Apresentação: Frascos contendo 10 ml

Dose: Única a ser diluida em 50 ml de água. Tomar em jejum 24 horas antes de iniciar o tratamento com o Nosódio do Joelho e o Artro.

Na tabela1, abaixo estão as doenças mais freqüentes.

DIAGNÓSTICOS CARACTERÍSTICAS
Implantação alta da rótula* Jovens
Síndromes de sobrecarga* Atletas, corredores, dançarinas, obesos.
Defeito alinhamento entre coxas e pernas* Pernas "em xis", arqueadas, rotadas.
Hipermobilidade da rótula * A rótula desliza fora da calha no fêmur.
Doenças da rótula * Condromalacia, osteocondrite.
Síndrome do coxim gorduroso Dor na "bola" de gordura que se forma na região interna do joelho.
Bursite Na frente ou abaixo da rótula.
Tendinite Mais freqüente na região interna da perna.
Doenças dos meniscos ** Após traumatismo ou em idosos. Também ocorre em situações de sobrecarga crônica.
Ruptura parcial ou total de ligamentos ** Traumatismo.
Doença de Osgood-Schlatter **

Dor e inchume na perna logo abaixo da rótula. Entre 9 e 15 anos.
Mais em sexo masculino (ver osteonecroses).

Doenças da membrana articular (sinovial) Sinovite vilo-nodular, condromatose**, tumores malignos**.
Osteoartrite (artrose) Desestruturação da cartilagem.
Artrite (sinovite) Doenças inflamatórias ou infecciosas.
Síndrome de dor Patelo-femural (Patelo = rótula) Jovens. Rótula mal Alinhada em sua articulação com o fêmur.

Há duas situações bem distintas em relação à problema dor no joelho.

1 – Há um problema local, isto é, uma ou mais estruturas que compõem o joelho apresentam-se com algum tipo de defeito. Este pode ser congênito (defeitos das rótulas) ou instalar-se posteriormente como, por exemplo, ruptura ou degeneração de meniscos. Essas são patologias ortopédicas e, geralmente, manejadas por ortopedistas. Reumatologistas podem intervir em fases iniciais ou quando não houver indicação cirúrgica.2 – Um ou ambos joelhos estão inchados.

Por que os joelhos incham?

Quando uma articulação está inchada, há artrite, que significa inflamação articular. Logo, o que precisamos saber é: por que o joelho está inflamado? Mas o que é inflamação? É a mesma coisa que infecção? NÃO!

INFLAMAÇÃO

Inflamação é uma reação do organismo a uma agressão no sentido de eliminá-la. Como conseqüência, desenvolvem-se calor local, vermelhidão (eritema), inchume (edema) e dor. Um corte ou uma laceração na pele provocam inflamação sem infecção e o resultado final, ao curar, é a cicatriz.

INFECÇÃO

Se em uma incisão cirúrgica aparecer pus, significa que cresceram bactérias, ou seja, infeccionou. Quando a doença inicial é a infecção, o mecanismo de defesa do organismo é a reação inflamatória. Nesse caso, a infecção leva a uma inflamação.Na "Tabela 1", nos diagnósticos em que há o asterisco (*) só haverá edema em fases mais avançadas. Ou seja, os pacientes estão com joelhos "secos". Mais tarde, devido às lesões locais provocadas pelos variados estímulos inadequados inerentes a cada doença, desenvolve-se a reação inflamatória. Nesses casos, o edema articular costuma ser pequeno, contrastando com a dor e a limitação de função, que podem ser importantes.A síndrome do coxim gorduroso é freqüente. Aparece preferentemente em mulheres obesas a partir da 5a década. Se houver edema, esse é localizado, ocorrendo geralmente tendinite ou bursite associada (tendinite ou bursite anserina).Bursas são cavidades fechadas localizadas em íntima vizinhança com tendões e articulações. Podem inflamar secundariamente à inflamação dos tendões, por traumatismo ou como manifestação de alguma doença como a gota, quando depósitos de cristais de ácido úrico provocam a inflamação. Em geral, as bursites de joelho são facilmente percebidas. As bursas localizadas na frente ou abaixo das rótulas podem infectar a partir de infecção da pele vizinha.As tendinites estão apresentadas em capítulo próprio. O mecanismo que se caracteriza por ser mais freqüente na produção da tendinite é o desgaste que ocorre devido ao uso continuado ou exagerado dos tendões. Há minúsculas rupturas das fibras que compõem os tendões, levando a reação inflamatória local e cicatrização. A repetição do evento pode levar a "rasgões" nos tendões com variadas repercussões clínicas.Nos joelhos, mais freqüente vê-se a tendinite anserina. Localiza-se na parte interna da perna e leva este nome devido à forma anatômica dos tendões que aí se inserem, semelhante a uma pata de ganso.É uma causa bastante encontrada de joelho seco doloroso (periartrite seca de joelho). Pode haver discreto edema localizado. Quando houver edema intenso, deve-se pensar em outras causas, tais como gota, artrite reumatóide e infecção.As doenças assinaladas com (**) serão apresentadas em artigos, no blog deste site. Se demorar ara aparecer, cobre: [email protected]Sinovite vilo-nodular é rara. É uma doença em que há crescimento anormal benigno (não é câncer) da membrana sinovial. O diagnóstico é feito por meio de ressonância magnética ou biópsia.Osteoartrite somente provoca edema articular em fase avançada. Leia mais sobre osteoartrite em artigo específico neste site.

Na Tabela 2, a seguir, estão listadas as doenças que mais freqüentemente podem iniciar com artrite de um ou dos dois joelhos. Esses esclarecimentos , entretanto, servem como orientação inicial.
Causas Não Traumáticas De Artrite De Joelhos (a doença pode iniciar com artrite isolada de um joelho).

DIAGNÓSTICO CARACTERÍSTICAS
Artrite reativa (síndrome de Reiter) Não é raro início em joelho. Muito mais freqüente em adultos jovens. Pesquisar infecção genital, urinária ou
intestinal (ver artigo específico). Geralmente inicia com mais de uma articulação comprometida.
Gota Monoartrite aguda. Depósito de cristais de ácido úrico. Homens adultos.
Mulheres, após a menopausa. Crises anteriores em qualquer articulação.
Condrocalcinose Artrite aguda ou crônica. Depósito de cristais de pirofosfato de cálcio.
Crises anteriores em qualquer articulação.
Psoríase (artropatia psoriásica) 15% dos portadores de psoríase têm artrite.
Artrite reumatóide. Muito raro iniciar com artrite isolada de joelhos.
Osteoartrite Se não for doença avançada, procurar outra causa.
Artrite gonocócica Febre baixa. Gonorréia. Pesquisar na mulher. Pode não haver sintomas genitais.
Artrite passageira em outras articulações antes da monoartrite.
Podem aparecer tendinites e bolhas.
Artrite séptica não gonocócica. Monoartrite aguda com pus. Febre elevada , queda do estado geral, infecção em outro local.
Espondilite anquilosante Início muito mais freqüente em jovens. Pesquisar dor e movimentos da coluna.
Radiografia das articulações sacro-ilíacas estará alterada.
Lúpus eritematoso Muito raro iniciar somente com artrite de joelhos. Doença mais freqüente em mulheres jovens
Artrite tuberculosa Artrite crônica. Geralmente febre noturna com sudorese. Tuberculose em outro local.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Publicado em Deixe um comentário

Calcâneo e Fascite Plantar

As dores no calcanhar são o principal sintoma do esporão. O problema se caracteriza por uma calcificação na fáscia e no tendão muscular – localizados na região plantar dos pés. Essa calcificação se assemelha à esporão do galo, de onde vem o nome da doença. No entanto, a dor não é provocada pelo esporão, como muitas pessoas imaginam, mas sim pela inflamação do tendão e da fáscia. Assim, o uso de anti-inflamatórios, combinado com sugestão fisioterápico é a melhor forma de amenizar as dores causadas pelo esporão.
Novidade: Clique aqui e conheça o Kit para Fascite Plantar e Esporão de Calcâneo.
Causas do Esporão
As mulheres são mais atingidas pelo esporão, principalmente as com idade entre 40 e 50 anos. No Brasil, cerca de um milhão de pessoas buscam sugestão médico para dores no calcanhar todos os anos. Na maior parte dos casos, a dor é sintoma de uma fascite plantar (inflamação na fáscia), que pode ou não vir acompanhada do esporão.
Geralmente, a calcificação acontece em decorrência de um desgaste do tendão calcâneo. Por isso, as principais causas do esporão são:
1 – Atividade física, como corrida e caminhada;
2 – Sobrepeso;
3 – Uso de sapatos desconfortáveis;
4 -Longos períodos em pé.
Tratamento
Estudos revelam que 80% dos pacientes que sofrem com o esporão deixam de sentir dores no calcanhar após algumas semanas de sugestão médico. Como dissemos, os especialistas recomendam os exercícios de fisioterapia e medicação para inflamações. São raros os casos em que a cirurgia para remoção do esporão é necessária.
Uma boa dica para quem não consegue se livrar das dores constantes é o chá de sucupira ou para quem gosta de praticidaede, o Floral de Sucupira, preparado com as sementes da planta. É comprovado que a sucupira conta com substâncias anti-inflamatórias e analgésicas, que podem amenizar a dor e contribuir para o tratamento da fascite plantar.
Floral de Sucupira: 30 gotas do extrato em 200 ml de água, 03 X dia. Faça uso até uma semana depois que os sintomas forem eliminados.
Adquira o seu em: http://www.alojadochadearacaju.com.br/index.php?page=produto&id=432
Chá: 01 semente triturada em 250 ml de água fervente. O gosto é ruim, daí a importância de se ter à mão o Floral de Sucupira.
Adquira o seu em: http://www.alojadochadearacaju.com.br/index.php?page=produto&id=225
RECEITA CASEIRA PARA COMBATER O ESPORÃO DO CALCÂNEO.
Você já sabe que o esporão do calcâneo é uma espícula óssea que se desenvolve no calcâneo (osso do calcanhar), causando muita dor e incômodo. É importante lembrar que nem toda dor no calcanhar é causada pelo esporão no calcâneo. Por isso, indicamos que você procure um ortopedista para que ele possa fazer o diagnóstico correto. Algumas medidas podem amenizar as dores, como:
1 – Uso de palmilhas especializadas;
2 – Alongamentos;
3 – Redução do peso;
4 – Calçados com amortecimento no calcanhar;
5 – Fisioterapia.
A receita que daremos a seguir já resolveu o problema de muita gente, principalmente quando associada Floral de Sucupira. Vale a pena tentar, não é?
Emplastro de couve para cuidar o esporão
Ingredientes:
1 – algumas folhas de couve
2 – plástico tipo filme
3 – faixa para curativo
4 – esparadrapo
Preparação:
Use um pilão para macetar as folhas de couve, se não tiver um bom liquidificador, precessador e lembre-se de que a folhas devem liberar um sumo esverdeado. Coloque essa pasta sobre um pedaço de plástico tipo filme, o mesmo que se usa para embalar alimentos, e envolva a região do calcanhar, deixando as folhas trituradas sobre a pele. Pegue um pedaço maior de plástico e enrole em volta do pé para segurar o emplastro no local. Depois use a faixa e o esparadrapo para fixar o emplasto na região.
Posologia
Mantenha a mistura no local por 7 horas, depois retire e lave a região. Repita esse processo uma vez por semana durante três semanas.é melhor fazer esta indicação na hora de ir dormir, mas lembre-se: Precisa ficar 07 horas na cama.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Publicado em Deixe um comentário

Alimentos para ajudar na eliminação de rugas e flacidez

Todos os dias se fala sobre a importância da alimentação para manutenção do peso e a prevenção de doenças, mas o que estamos falando agora é que a alimentação interfere diretamente na eliminação e prevenção das rugas e da flacidez. O hábito terrível de adoçar leva à má oxigenação celular e, ao envelhecimento precoce. Mas a mãe natureza é boa e sábia, é possível consumir nutrientes que estimulam a produção de colágeno na pele e de quebra ainda combatem radicais livres, impedindo a degeneração celular. Veja cada um desses nossos amigos nem tão ocultos assim:
Tomate
Primeiro quero perguntar se você sabia que o molho de tomate é melhor para sua saúde que o tomate crú? Pois é…quem diria! Poderoso antioxidante, o licopeno está presente em alimentos de cor vermelha, como a melancia, a goiaba e, principalmente, o tomate. Ele potencializa a ação das enzimas que combatem radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento celular. Além disso, estudos mostram que ele pode ser um eficaz protetor contra os raios solares. Prefira investir em molhos e extratos de tomate, pois o nutriente é melhor absorvido quando cozido ou processado.
Betacaroteno
É o principal precursor da vitamina A. Assim como o licopeno, o betacaroteno faz parte da família dos carotenoides e pode ser encontrado em alimentos amarelados ou alaranjados, como cenoura, abóbora e batata-doce. Sua principal atuação é como antioxidante, combatendo alterações celulares que poderiam levar ao envelhecimento da pele. A vitamina A, por sua vez, auxilia na restauração de lesões da pele e equilibra a produção de secreções das glândulas sebáceas, o que dificulta o entupimento ou a inflamação dos poros, que poderia causar espinhas.
Ômega-3
Sabia que um dos peixes mais baratos é riquíssimo em Ômega 3? ;este peixe é a sardinha, não confundir com a cavalinha. A gordura insaturada é fundamental para ter uma pele bonita. A deficiência desse nutriente deixa a pele ressecada, pois ela não é lubrificada adequadamente sem gordura. A recomendação ideal é a de consumir peixes, como salmão e atum, além de alimentos como a castanha do Pará e amêndoas. Todas essas opções são ricas em ômega-3, uma gordura poli-insaturada.
Proteínas
O excesso de proteínas pode se transformar em gorduras. Mas em contra partida, a falta de proteínas causa: Debilidade, edemas, insuficiência hepática, apatia e até baixa das defesas do organismo.A ingestão de proteínas é fundamental para a produção de colágeno. Para serem aproveitadas pelo organismo, entretanto, elas precisam ser quebradas em pequenas unidades chamadas aminoácidos. Os alimentos que possuem maior variedade de aminoácidos que o nosso corpo não consegue produzir são as carnes, o leite e ovos. Por isso, vale a pena incluir porções desses itens no cardápio. Para vegetarianos, o que mais se aproxima desses alimentos é a soja. Também é possível aumentar a oferta desses nutrientes consumindo o tradicional arroz com feijão que, juntos, constituem uma refeição altamente nutritiva.
Flavonoides
Os flavonoides atuam como protetores contra a aterosclerose. Os flavonóides são anti-oxidantes. Dessa forma eles impedem que a LDL se oxide e se estabilize na formação da placa aterosclerótica. São também anti-inflamatórias que podem ser encontradas na uva, no vinho, no suco de uva, em frutas secas, no chá verde, e até no chocolate amargo. Esses nutrientes agem sobre as enzimas que combatem os radicais livres, impedindo a deterioração celular. Eles ainda são fundamentais para a absorção de vitamina C, que estimula a produção de colágeno. Você sabia que depois de experimentar algumas poucas vezes o chocolate amargo dificilmente você voltará a gosta do sabor excessivamente doce do chocolate com açúcar? Experimente.
Probióticos
Probióticos são alimentos que possuem micro-organismos vivos em sua composição. Tal característica faz com que ele ajude a repor as bactérias benéficas no corpo, o que indiretamente leva a uma melhora da pele como um todo. Pessoas com problemas gastrointestinais estão mais propensas a sofrer com acne e outros problemas de pele. Boas fontes de probióticos são iogurtes e leites fermentados.
Vitamina E
A vitamina E é um antioxidante que está presente em vegetais de cor verde escuro, como o espinafre, a couve e o agrião. Ela protege as células da ação dos radicais livres, impedindo o envelhecimento precoce da pele. Além disso, o nutriente auxilia na ação da vitamina A, importante para a formação da camada de gordura natural da pele. Óleos vegetais também são boas fontes, como o de soja, cártamo e girassol, mas eles não podem ser submetidos a altas temperaturas para não perder parte da vitamina.
IMPORTANTE:
Chá de Erva Doce é um anti-rugas fantástico
Contra a flacidez, use: Floral GORDULOC acaba com as gordurinhas localizadas e você fica durinha. Peça o seu: [email protected]

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Publicado em Deixe um comentário

Felicidade

Onde mora a felicidade? Onde ela se esconde? Quem dela se apossou e a distribui de maneira tão econômica? Perguntas, perguntas e nada de respostas. Os crentes dizem que a felicidade está em servir ao Senhor. Outros dizem que está em acudir aos necessitados. E outros dizem que está no fundo do copo, por isso acabando uma dose, pedem outra para continuar naquele estado de felicidade.

Para a mãe cansada, felicidade é o curto espaço em que o filho sapeca adormece, tão lindo, bem ali a seu lado.

Para o dono da casa, felicidade é não ser vencido pelas contas no final do mês… Coitado, vivemos em tempos tão bicudos que o dinheiro acaba e o mês continua, continua, continua…

Felicidade para a adolescente é aquele gato lindo na porta do colégio, fazendo de conta que não a vê, mas olhando de soslaio… ele é simplesmente: lindoooo! Suspira a garota e eu penso: Ai meus tempos… Acho que fui bem assim.

Felicidade para a dona de casa é sobrar um tempo para descansar enquanto os meninos estão na escola, o marido no trabalho e antes que venham mais roupas ou louças para lavar.

Felicidade para o peão é o cavalo perfeito para montar e ganhar o torneio. Levar para casa o troféu e um bom prêmio em dinheiro.

Felicidade para o rapazola é não nascer uma única espinha no rosto. É ser reconhecido como “o cara” da escola. Ter uma dúzia de meninas suspirando por ele em todos os lugares.

Felicidade para professor é ver que todos passaram para o próximo ano e sonhar que ainda conseguirá comprar sua casa, viajar, com seu vergonhoso salário.

Para o doente a felicidade é a cura, o término da dor. O tempo de cura que chega, se instala, deixando que retorne às atividades, voltando a ser senhor de si mesmo, longe da dor, da angústia e do desespero.

E para você o que é felicidade? Um bom emprego, uma empresa que lhe dê mais que o suficiente para viver bem e longe de patrão? Ou seria finalmente conquistar a mulher ou o homem amado?

A felicidade tem várias caras, e modos. Aparece furtivamente em tantos lugares, mas não fica em nenhum. Ela é vadia, some nas esquinas da vida e lá de vez em quando volta para que por um instante lhe demos guarida.

Felicidade é assim, responde por um momento feliz entre os dissabores da vida. Mas mesmo sendo assim, faceira, não há quem não a queira, não a persiga e por ela não espere uma vida inteira.

Desejo a todos vários e vários momentos de felicidade. Que suas vidas sejam recheadas de momentos felizes e entremeadas de poucas, pouquíssimas tristezas, só para que vocês com os momentinhos tristes, dêem mais valor aos momentos felizes e que em suas vidas impere a felicidade.

 

Malva Gomes dos Santos

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Publicado em Deixe um comentário

Viajando de avião com seu animal

Planejar suas férias ou qualquer viagem prolongada sempre gera um pouco de estresse. Incluir o seu animal de estimação nos planos torna o processo ainda mais complicado. É sempre uma boa ideia se informar bem sobre os passos que devemos tomar para levar nossos animais de estimação junto conosco no avião.

As dicas abaixo servem para qualquer pessoa que queira viajar com seu animal de estimação nos Estados Unidos. Caso você esteja morando em outro país, eu recomendo dobrar a atenção para mudanças nas regras e leis. Na dúvida, entre em contato com a sua empresa aérea para maiores informações.

Os erros mais comuns cometidos por donos viajando com seus animas são:

1. Abrir a porta da caixa de transporte (carrier) para dar o último beijo ou abraço antes de embarcar – a maioria dos animais que escapam dos seus donos o fizeram exatamente neste momento;

2. Utilizar caixas de transporte de baixa qualidade. Certifique-se de que você está usando uma caixa de transporte rígida e que não irá abrir ou quebrar durante a viajem;

3. Acostume o seu animal a ficar dentro da caixa de transporte dias antes de viajar para reduzir a ansiedade;

4. Para donos de animais braquicefálico (Buldogue, Pug, Boston Terrier, etc), estes animais poderá apresentar sérios problemas respiratórios quando agitados. Atenção redobrada neste caso.Voando com o seu animal na cabine do avião

A maioria das empresas aéreas requer um limite de peso para voar na cabine. Geralmente são aceitos animais que pesam menos que 15 libras (6.8 quilos). Vale lembrar que este peso representa o peso do animal junto com a caixa de transporte.

A caixa de transporte deve ser pequena o suficiente para caber embaixo do acento na sua frente. No dia anterior ao seu vôo ou várias horas antes do seu vôo, ligue para a empresa aérea e avise que você está levando um animal na cabine com você.

Certificado de saúde

Nem sempre é requerido. Cheque sobre a necessidade de certificado de saúde para o trajeto do seu voo. Caso seja necessário, você deverá checar com a empresa área sobre quantos dias antes do voo o certificado deverá ser emitido.

Considera-se um certificado válido por 30 dias, mas muitas empresas aéreas e estados possuem suas próprias regras. Validade de 10 dias é típico para viagens domésticas. Alguns estados requerem vacinas específicas e, caso você esteja planejando voar para o exterior, é importante checar com o consulado do país de destino sobre as regras para emissão de certificado de saúde.

Alguns animais estressam mais do que outros, especialmente em viagens longas. Para reduzir o nível de ansiedade, converse com o seu veterinário sobre opções de sedativos e os riscos em utilizá-los.Despachando o seu animal como bagagem

Caso o seu animal seja mais pesado do que o permitido pela empresa aérea, ele poderá ser despachado junto com as malas. A maioria dos estados não aceitam animais muito jovens (menos de oito semanas de idade).

Regulamentos federais exigem que as caixas de transportes ou gaiolas sejam preparadas da seguinte forma:

1. Adesivo escrito "Animal Vivo" com letras grandes no topo e ao redor da caixa de transporte;

2. Adesivos com setas indicando a posição correta em que a caixa deve ficar, e coloque em todos os lados da caixa;

3. Qualquer instrução de alimentação, caso necessário, devem ser afixados fora caixa de transporte e visível;

4. O adesivo "Animal Alimentado" deve ser afixado na caixa caso o seu animal tenha bebido água ou comido nas últimas quatro horas. Não é recomendado oferecer comida ao seu animal momentos antes de embarcar. A última refeição pode ser dada duas horas antes de embarcar;

5. Adesivo de Informações para Contato – tenha certeza de deixar todas as informações para contato no lado de fora da caixa, incluindo seu nome, endereço, telefone, email, cidade de origem e de destino, e o nome do seu animal;

6. Adicione material absorvente no fundo da caixa de transporte. Jornal pode ser usado ou material específico para animais.

Para finalizar:

Algumas empresas aéreas possuem uma lista de raças proibidas. É importante checar esta lista antes de comprar suas passagens. E por último, considere implantar um Microship ID no seu animal. Isto pode ser feito pelo seu veterinário. Lembre de seguir os passos de registro do microship para que seus dados sejam armazenados no banco de dados nacional para que seu animal possa ser identificado facilmente em qualquer clínica veterinária ou abrigo de animais.

* Este Texto faz Parte da Coletânea do Dr. Luiz Bolfer e todos os textos das páginas da PetLine foram publicados em Colunas, Saúde Animal por Dr. Luiz Bolfer.
Dr. Luiz Bolfer formou-se em Medicina Veterinária no Brasil e mudou-se para os Estados Unidos para se especializar em Cardiologia, Emergência e Cuidados Intensivos em cães e gatos. Completou 12 meses de Internato em Clínica Médica e Cirúrgica Veterinária na Universidade de Illinois. Atualmente é Residente em Emergência e Cuidados Intensivos no Centro Médico Veterinário da Universidade da Flórida em Gainesville.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Publicado em Deixe um comentário

Câncer em Cães e Gatos: Quimioterapia

Infelizmente nossos animais também sofrem de câncer. Os mesmos tipos de câncer que acometem pessoas, podem também afetar cães e gatos. O diagnóstico de câncer é sempre difícil de aceitar especialmente quando envolve tomar decisões quanto ao tratamento e ser seguido. Na maioria dos casos, o tratamento de câncer pode envolver cirurgias caras, amputações de membros e quimioterapia.

É muito comum donos de cães e gatos extrapolarem suas experiências pessoais com quimioterapia, ou de alguém na família que sofre de câncer e está sendo cuidada com quimioterapia, e pensar que seu animal irá passar pelo mesmo tipo de sofrimento. O medo de pensar que seu animal irá passar os seus últimos dias sofrendo os efeitos adversos da quimioterapia faz com que muitos donos de animais desistam de seguir em frente.

Comparado com pessoas em sugestão com quimioterápicos, cães e gatos não presenciam os mesmos efeitos adversos. O motivo é porque em animais nós usamos doses muito mais baixas e não combinamos o mesmo número de medicamentos como na medicina humana. O objetivo do tratamento do câncer em pessoas é torná-la livre de câncer enquanto que em animais nosso objetivo é fazer com que ele tenha uma boa qualidade de vida pelo tempo que ele ainda tem após feito diagnóstico.

Em muitos casos, nós não somos capazes de "curar" o câncer ou de chegar até a remissão. Nós usamos estes medicamentos para minimizar o desconforto causado por um tumor ou controlar a progressão da doença, aumentando a expectativa de vida (com qualidade). Este tipo de medicamento (quimioterápico) ataca células cancerígenas em processo de multiplicação e divisão.

Tipos de medicamentosExistem diversos tipos de medicamentos com mecanismos de ação diferentes específicos para um determinado tipo de câncer do que outro. Sempre que um animal é cuidado com um tipo de quimioterápico que é conhecido por causar efeitos adversos, nós prescrevemos medicamentos que irão ajudar a prevenir estas complicações. A maioria das complicações associadas ao uso de quimioterápicos em cães e gatos são leves como vômito, diarreia, inapetência, anorexia e letargia. É muito raro (menos de 5% dos casos) presenciar complicações severas como as que ocorrem em pessoas.

A decisão de seguir em frente com o tratamento quimioterápico é complexa e deve ser avaliada para cada caso. Infelizmente existem tipos de câncer que não respondem bem à quimioterapia e seguir em frente pode não ser a melhor opção. A decisão de cuidar ou não cuidar, geralmente envolve aspectos médicos, logística (sugestãos geralmente seguem uma agenda bem restrita) e condições financeiras, uma vez que a maioria dos medicamentos são relativamente caros.

Hoje em dia nós tratamos muito mais animais com câncer, comparando com 5 ou 10 anos atrás. Um dos grandes motivos é o avanço no diagnóstico e sugestão de doenças em medicina veterinária. Nossos animais estão vivendo cada vez mais e muitos acabam desenvolvendo câncer quando mais velhos. Mesmo velhos e com câncer, eles ainda podem ter uma boa qualidade de vida com o uso de quimioterápicos.* Este Texto faz Parte da Coletânea do Dr. Luiz Bolfer e todos os textos das páginas da PetLine foram publicados em Colunas, Saúde Animal por Dr. Luiz Bolfer.
Dr. Luiz Bolfer formou-se em Medicina Veterinária no Brasil e mudou-se para os Estados Unidos para se especializar em Cardiologia, Emergência e Cuidados Intensivos em cães e gatos. Completou 12 meses de Internato em Clínica Médica e Cirúrgica Veterinária na Universidade de Illinois. Atualmente é Residente em Emergência e Cuidados Intensivos no Centro Médico Veterinário da Universidade da Flórida em Gainesville.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Publicado em Deixe um comentário

História sem final feliz

– Hum…aqui é a mamãe não é? Tô tão cansadinho… Viu só mamãe como tive que nadar depressa? Aquele outro lá quase passa a minha frente, quase me pega, se eu não tivesse conseguido nadar mais depressa ainda mamãe, seria outro o seu filhinho. Viu só quantas menininhas deixei para trás? He, he, he… elas são fortes, mas sou mais rápido né mamãe? Aqui está tão quentinho, tão confortável… Vou tirar uma sonequinha para descansar. Beijos mamãe, até logo….
– Oi mamãe acordei e estou tão diferente… Antes eu era uma cabecinha e um rabinho que me ajudava a nadar bem depressa. Hoje sou uma bolinha feita de várias outras, sinto que estou crescendo… Mas é estranho, não sigo as regras normais da matemática, pois cresço enquanto me divido. Gozado né? Sinto sua mãozinha passando aí do lado de fora. E sabia que chocalha muito quando você vomita? Por que você vomita mamãe? E por que, às vezes, parece que você dorme, mas não dorme, parece que vai ficando tudo escurinho à sua volta. Sinto isso, não sei como, mas sinto. Já é tempo de dormir novamente… Sinto tanto soninho…
– Acordei de novo mamãe. Acordei com seus soluços. Por que sinto essa tristeza imensa vindo daí de fora mamãe? Olha vou contar umas novidades, assim a senhora vai ficar feliz. Veja, já tenho as primeiras formações de meus bracinhos e de minhas perninhas. Minha cabecinha ainda está grande, mas daqui até eu nascer vai ficar tudo proporcional e você verá que serei um lindo bebê. Vou crescer forte e te amar demais… Demais mesmo! Tanto que a senhora vai esquecer as dores, os enjôos e vai me amar muito, não é mamãe? Diga que vai… Diga. Novamente o soninho mamãe… Ele sempre vem quando recebo esse carinho aí que a senhora faz do lado de fora. Hum… É tão bom…
– Quem é que está gritando aí mamãe? Acordei assustado. Quem é esse homem bravo? Quem? Ah… pela conversa é o papai. Oi papai! Estou aqui! Sou menino igual ao senhor, né? Mas que cara brava ele tem mamãe… estou com medo. Passe a mão na barriguinha… Estou assustado… Assim mamãe… O soninho ta chegando… nem deu tempo de contar as novidades e dizer que já tenho um dedinho para chupar… é gostoso….
– Ouvi um barulho forte… Mamãe… Mamãe… O que foi? A senhora ta chorando. Será que eu fiz alguma coisa que a deixou triste? Mamãe… A senhora é tão linda, queria tanto que pudesse me ouvir tanto quanto ouço a senhora… Eu falaria do meu amor que cresce a cada dia. Sou parte da senhora e do papai. Sou o resultado do amor de vocês. Diga ao papai que meu pipizinho já está aparecendo, he, he, he… Diga que o filhinho dele é um machinho, um machinho sim senhor! Lá vem aquela molezinha de novo… Tchau mamãe, vou dormir.
– Mamãe… Ops… Que coisa é essa onde você entrou? Está chacoalhando… vrumm vrumm vrumm… Ei isso é divertido! É um carro não é mamãe? Estamos indo passear… Mas porque a senhora está chorando? Por que o papai está assim… Parece preocupado… Mas o balanço do carro é tão gostoso… Lá vou eu dormir de novo.
– Que cheiro ruim é esse… Entra no meu narizinho e faz arder… Que lugar é esse mamãe? Por que a senhora veio aqui? Quero ir embora, aqui é sujo, feio, triste e ainda cheira mal. Mamãe… Por que a senhora está chorando? Mamãe!!! O que é isso que está entrando em você? Está invadindo meu lugarzinho mamãe! Está perto demais de mim! Ai mamãe, isso dói, está me machucando! Mamãe isso arrancou meu bracinho… Ai mamãe, socorro… Socorro… Manda parar mamãe… Manda parar… Estou sofrendo muito… Ai mamãe, que dor… Está tudo ficando escuro… Estou indo embora mamãe… Não vou nascer para ser o seu filhinho… Adeus mamãe… adeus…
– Aqui está o pagamento pelo aborto doutor, tudo conforme o combinado…
– Obrigado senhor… Quando precisar… já sabe, aqui o serviço é baratinho…
______________________________
Malva Gomes dos Santos – Escritora radicada em Aracaju/SE tem trabalhos premiados e participa de várias antologias no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e em Salvador, na Bahia. É Membro Efetivo do Grupo Cultural Pórtico. Livro publicado: Vamos pro mundo? E livro editado pela Editora Ripress: Eu, o Magistrado! Tem textos publicados na Notívaga e em vários outros sites.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Publicado em Deixe um comentário

O Poder da Rejeição

A rejeição é uma das coisas que mais afeta a autoestima. Ainda mais quando acontece durante a infância, fase em que estamos mais vulneráveis emocionalmente. É nessa fase que o ser humano aprende gradativamente a se amar através do amor que recebe dos pais e adultos importantes à sua volta.

O alimento vital para o fortalecimento da autoestima e amadurecimento gradativo da criança é o amor incondicional. Entretanto, quando a criança não recebe esse amor e/ou sofre rejeição, ela interpreta que não tem valor, que tem algo de errado dentro de si e por isso não é digna de receber amor. "Se nem meus pais me amam, só pode ser culpa minha por algum defeito que tenho". É essa a distorcida compreensão infantil.

A criança passa a desenvolver uma autorrejeição. Não amadurece emocionalmente de forma plena e carrega marcas de insegurança na sua autoestima que permanecem mesmo depois de se tornar adulta.

Como a maioria de nós não recebe amor incondicional de forma adequada e suficiente que consiga suprir a carência durante a infância, carregamos alguma dose de autorrejeição. O gatilho da autorrejeição é puxado todas as vezes que alguém nos rejeita. É como se, em algum nível, ainda estivéssemos tendo a mesma reação infantil de achar que não temos valor quando alguém demonstra ter ficado insatisfeito conosco. Por isso é que dói tanto ser rejeitado.

Se estivermos plenamente amadurecidos emocionalmente, não ficaremos incomodados pelo fato de alguém não nos aprovar. Entenderemos que esse não é um problema nosso e ficaremos em paz. Ou seja, a nossa autoaprovação não dependeria da aprovação dos outros.

Buscamos a aprovação das outras pessoas para que nós mesmos possamos nos aprovar. Isso nos torna dependentes emocionais, como se ainda fôssemos crianças. Ao sermos aprovados por alguém, temporariamente sentimos um bem-estar que encobre a nossa insegurança. A partir daí, buscamos mais e mais aprovação para que possamos sentir esse alívio, como se fosse um vício.

É por causa desse mecanismo que muitas pessoas se relacionam de uma forma que parece totalmente irracional com alguém que as rejeita. Para quem olha de fora é muito fácil julgar e dizer para um familiar ou amigo que ele deve se afastar de uma determinada pessoa que só lhe causa sofrimento através da rejeição. Só que esse comportamento não é guiado pela parte racional.

Quem age dessa forma está viciado em tentar a buscar a aprovação de quem lhe rejeita, pois enquanto não ganha essa aprovação, sente que não tem valor. É uma forma infantil de se comportar que normalmente a pessoa não enxerga. Ela apenas sente um impulso de buscar a aprovação do outro, que muitas vezes só lhe dá algumas migalhas e a rejeita na maior parte do tempo. Esse é o caso de algumas mulheres que entram e permanecem em relacionamentos com homens que as traem e maltratam.

É possível também observar filhos adultos que desenvolvem esse tipo de relacionamento com os pais. Sempre são rejeitados, mas continuam fazendo tudo por eles na esperança infantil de serem aprovados em algum momento.

A rejeição tem o poder de minar a autoestima de forma tal, que as pessoas ficam escravizadas buscando aprovação incessante até mesmo de quem nunca será capaz de lhes dar. Ficam presas na ilusão de que só podem sentir seu próprio valor quando alguém lhe der valor. O impulso em buscar essa aprovação é tão forte quanto o impulso do dependente químico pela droga.

Críticas, comparações negativas, abandono, perda de pessoas importantes, abuso psicológico, físico e sexual, bullying, indiferença, traições e decepções; tudo isso pode gerar sentimentos de rejeição. Quando essas coisas acontecem na infância, os danos à autoestima são maiores devido à imaturidade da criança. E quando a criança ficar adulta, terá bem mais dificuldade de lidar com novos episódios de rejeição. A dor sentida no momento é sempre somada às feridas que ficaram da rejeição do passado, amplificando o sentimento.

Certa vez vi em um programa de televisão que uma senhora entrou em depressão depois de ter sido traída pelo marido. Já havia se passado dez anos do fato e ela já estava casada com outra pessoa. Entretanto, a depressão ainda permanecia.

O evento da traição certamente despertou nela a sensação de não ter valor. Entretanto, um adulto que tenha uma autoestima mais fortalecida jamais desenvolveria uma depressão por tanto tempo depois de evento como esse. Provavelmente, é alguém que carrega marcas de rejeição lá da infância, seja de forma consciente ou inconsciente. O evento da traição deve ter reforçado e trazido à tona toda essa carga emocional.

Ao atender meus clientes, fico sempre muito atento para o surgimento de eventos que geraram sentimentos de rejeição para que possamos trabalhá-los e dissolvê-los utilizando a EFT. É possível perceber uma grande melhora na autoestima depois que isso é feito, o que leva também a muitas mudanças positivas de comportamento.

Entender e descobrir o poder que tem os eventos de rejeição na nossa vida é importante. Entretanto, o fundamental é dissolver esses sentimentos para que possamos ficar em paz. A EFT é uma ferramenta de grande ajuda para esse objetivo.

 

Abraços

André Lima – André Lima – www.eftbr.com.br

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Publicado em Deixe um comentário

Terçol: Várias formas de tratar

Escolha a que lhe parecer mais conveniente e leia atentamente os cuidados que deve ter quando estiver com este "presente" no olho. O problema é conhecido e existem várias crendices em torno do terçol ou hordeólo, também conhecido como viuvinha ou dordolho. Trata-se de uma inflamação que pode atingir a pálpebra ou o folículo piloso do cílio. A doença não é contagiosa e não oferece riscos a visão.

O terçol surge devido a uma inflamação das glândulas que ficam na margem palpebral ou no próprio folículo piloso.

O terçol assemelha-se a uma espinha e, geralmente, drena espontaneamente com compressas mornas. A compressa ajuda a dilatar as glândulas e a expelir o pus.Recomendamos a alternância de compressas mornas e geladas para diminuir o inchaço e a vermelhidão do rosto ou da região do olho atingido.

Quando o terçol não drena dentro de uma ou duas semanas é preciso intervenção cirúrgica. Nesse caso o terçol endurece e se transforma no que chamamos de calázio. Quando isso ocorre é preciso fazer uma pequena cirurgia para remover o conteúdo.

cuide bem do terçol, um terçol que não é cuidado adequadamente pode causar uma celulite, ou seja, em uma infecção no tecido da pálpebra.

Não se deve furar ou espremer o terçol. Não se deve colocar a mão. O terçol não é uma espinha. Se fizer isso pode gerar uma infecção que precisa ser cuidada com antibióticos.

Já as conhecidas simpatias para curar "viuvinha", de certa forma tem fundamento, no caso daquelas que propôem calor local, como a de encostar uma aliança quente no terçol. O calor local ajuda a eliminar o terçol, mas para isso, recomendamos a compressa.

Causas
O hordéolo, popularmente conhecido como terçol, pode ser causado por excesso de secreção produzida pelas glândulas da pálpebra e por bactérias existentes na pele.

Ás vezes o terçol tem relação com a blefarite, que aumenta a oleosidade e forma uma espécie de caspa nos cílios. Para prevenir, recomendo a lavagem com xampu Jonhson infantil e água morna.

Maquiagem nos olhos, sem a limpeza adequada, também podem ser responsáveis pelo surgimento do terçol.

Qualquer pessoa pode ter terçol, em qualquer idade. O hordéolo atinge desde recém-nascidos a idosos. O terçol pode aparecer com mais freqüência em adolescentes devido a alterações hormonais.

Terçol e a Fitoterapia

Essas indicações veem do tempo de nossas bisavós, mas essa receita de clara de ovo tem resolvido muito terçol em todos esses anos. Tente, pois o terçol e a clara do ovo não sabem que os anos se passaram.

Faça assim: Bata a clara de um ovo até que fique em ponto de neve.Aplique, externamente, nos olhos e cobrindo-os antes com uma gaze. Deixe por meia hora e então lave com água fervida.

Outra dica bem antigas também: Colocar os pés em uma bacia com um litro de água fervida e meio litro de vinagre

E mais…

* Beba 3 xícaras de chá de goldenseal ou eufrásia para ajudar a limpar o fígado. Pode usar-se também chá de funcho, camomila ou mirra.

* Outro remédio bem conhecido e muito fácil é fazer uma compressa de chá de camomila. Para isso, coloque uma colher de chá de camomila seca em uma xícara de água fervente, coe e molhe um pano com a mistura e coloque sobre seus olhos. Você pode usar o chá de erva-doce da mesma forma.

* Você pode utilizar o bálsamo, ele possui propriedades antibióticas, antiinflamatórias e adstringentes, utilize o bálsamo 4 vezes por dia, você deve aplicá-lo na área com um conta gotas.

* Consuma também 30 mg. de zinco com 2 mg. de cobre por dia, e um grama de vitamina C três vezes por dia, isso será muito eficaz para reforçar seu sistema imunológico.

* Um remédio caseiro bastante eficaz, também, é aplicar uma compressa usando folhas de goiabeira. Pegue algumas folhas frescas, golpeie até obter uma pasta, e coloque dentro de uma gaze. Umedeça e aqueça, ambos levemente, e coloque sobre o olho. Com esta receita é possível diminuir o inchaço, a vermelhidão, e também a sensação dolorida provocados pelo terçol..

* Sementes de coentro: Se for difícil conseguir folhas de goiabeira, providencie sementes de coentro. Leve 1 colher de sopa de sementes para ferver e 1 copo de água. Deixe em ebulição por 3 minutos. Espere esfriar e passe a lavar o olho afetado com esta solução, entre 3 e 4 vezes no dia.

* Chá-mate: Com o objetivo de curar o terçol o mais depressa possível, é indicado beber chá-mate (não pode ser com sabores, há que ser o mate puro), em jejum, por no mínimo 1 semana..

Para reforçar

À noite, antes de dormir, lave bem o olho afetado com água destilada, e em seguida aplique o sumo extraído de meia batata ralada. Ou massageie com suavidade, passando algumas gotas de óleo de mamona. Essa é uma boa maneira de ter alívio e acelerar a cura.

Cuidados:

– Muito cuidado com as compressas quentes, não vá exagerar e acbar queimando os olhos.

– Alterne as compressas: quentes e frias e pode usar os chás indicados nas compressas para apressar a cura.

– Retire as lentes de contato enquanto estiver com um terçol (volte a colocá-las somente quando não houver mais sintomas)

– Efetue todos os dias uma limpeza sistemática das pálpebras com um soro fisiológico (por exemplo, em forma de compressas)

– Lave as suas mãos regularmente, principalmente após a aplicação de um remédio (creme, soro, etc.) sobre o terçol

– Não exprema o terçol

 

Não chore, isso vai passar…

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.