Publicado em

Artrite reumatóide ou reumática

A artrite reumatóide ou artrite reumática é uma doença inflamatória crônica que afeta cerca de um por cento da população mundial, caracterizada por uma inflamação crônica das articulações múltiplas no corpo, com predileção por articulações menores nas mãos. A artrite reumatóide causa sinais e sintomas de inflamação em articulações que incluem dor, inchaço, vermelhidão, calor, perda de rigidez e limitação de função, ou seja, no movimento e função de múltiplas articulações. Embora as articulações seja a principal estrutura afetada por esta condição, pode também causar inflamação em outras partes do corpo (olhos, pulmões, coração, vasos sanguíneos e nos rins).
Os sintomas da artrite reumatóide são piores pela manhã com a flexibilização gradual dos sintomas ao longo do dia. Esta crônica piora dos sintomas no período da manhã, especialmente da rigidez nas articulações, são importantes indícios de diagnóstico na diferenciação de outras formas de artrite, por exemplo, osteoartrite e artrite gotosa. Outros sintomas da artrite reumatóide não são específicos, mas podem incluir perda de apetite, fadiga crônica, perda de peso, perda de cabelo, febre e assim por diante.
Principais Sintomas da Artrite Reumatoide
Para que você possa identificar a doença, veja alguns dos principais sintomas da artrite reumatoide:
1 – Rigidez matinal, que pode melhorar ao longo do dia;
2 – Inchaço nas juntas;
3 – Deformação e atrofia de algumas partes do corpo;
4 – Febre baixa;
5 – Dor localizada;
6 – Emagrecimento;
7 – Perda de apetite;
8 – Cansaço;
9 – Mas estar.
A artrite reumatóide é classificada como doença auto-imune, na qual o corpo produz uma resposta imunogênica a alguns constituintes do seu próprio tecido, neste caso, as articulações. Em outras palavras, o sistema imunológico perde sua habilidade de reconhecer alguns tecidos e sistemas dentro do corpo e os ataca, como se fossem corpos estranhos.
As pessoas que possuem risco de ter a doença incluem aqueles que têm um histórico familiar de artrite reumatóide, os que já são portadores de doenças auto-imunes com vitiligo, diabetes tipo 1 etc. A artrite reumática afeta mais mulheres do que homens (na proporção 3 para 1), e a idade de início da doenças é geralmente entre os 30 e 40 anos. A suspeita clínica é o primeiro passo para a confirmação do diagnóstico. Uma vez que a artrite reumatóide é suspeita, uma série de exames laboratoriais e radiológicos são realizados e estes incluem o exame de sangue completo, VHS, fator reumatóide, marcadores auto-imunes e raios-x. Se esses testes revelarem positivo, será muito provável a presença da artrite reumatóide.
Muitas vezes, os sintomas da artrite reumatoide são relacionados à idade, mas vale lembrar que as dores nas articulações não são “normais”, mesmo em pessoas mais velhas. Caso a doença não seja cuidada da forma correta, o paciente pode perder os movimentos dos braços, pernas e outras partes do corpo. Por isso, é muito importante que a pessoa procure um médico assim que surgirem os primeiros sintomas.
Inúmeras ervas medicinais são referenciadas no tratamento da artrite reumatóide:
UNHA DE GATO:
A aplicação tradicional da Unha-de-Gato tem sido feita para cuidar a artrite. Os glicosídeos presentes na planta contêm acido quinóvico, que combate a inflamação e proporciona uma sensação revigorante no corpo. Indicada para amenizar as dores nas juntas.
EUCALIPTO:
O óleo essencial de Eucalipto é um excelente remédio tópico para dores nas articulações e reumatismo.
GENGIBRE:
O Gengibre combina bem com Açafrão, que é também anti-inflamatório e analgésico, e inibe a enzima COX-2.
GARRA DO DIABO:
A Garra do diabo é importantíssima no tratamento das inflamações advindas da artrite reumatóide. Indicada para amenizar as dores nas juntas.
SUCUPIRA:
Há também a Sucupira, árvore brasileira que cada vez mais vem sendo utilizada. O óleo volátil retirado da casca e das sementes da planta, além de ser aromático, é muito utilizado no tratamento de reumatismo. O extrato também é utilizado para o tratamento de artrite, artrose, gota e reumatismo, além de aliviar dores nas costas e joelhos.
LAVANDA:
A Lavanda é tradicionalmente aplicada externamente nas articulações para aliviar a rigidez das mesmas. Para as dores da artrite e dores, aplicam-se compressas ou massagens com óleo de Lavanda misturado. O óleo de Lavanda também pode ser eficaz para reabilitar a circulação nos pés e nas mãos.
ORÉGANO:
O Orégano tem 31 anti-inflamatórios, 28 antioxidantes conhecidos e quatro potentes inibidores COX-2 conhecidos, incluindo o ácido rosmarínico.
O Inhame-Selvagem é anti-inflamatório (por causa de suas saponinas esteróides) e herbalista o prescrevem para combater o estágio inflamatório da artrite reumatóide.
CHÁ MATE:
O Chá-Mate é conhecido na cultura popular por ter uma boa reputação para cuidar artrite, gota e outras condições inflamatórias, além de conter muitas antioxidantes saudáveis. Além disso, inúmeras outras plantas medicinais possuem características anti-inflamatórias, sendo cada uma uma indicação específica.
E ainda: O Black Cohosh,difícil de achar no Brasil, causa um alívio na dor e tem uma ação anti-inflamatória que o torna útil para a artrite. É grande o valor da pimenta Cayenna no alívio da dor e desconforto da artrite reumatóide, procure-a em casas especializadas em especiarias ou em mercados centrais nas capitais..
E temos ainda na A Loja do Chá de Aracaju para ajudar nos casos de artrite reumatóide os seguintes Florais:
REUMATIN
REVITALORG com ervas para normotensos e sem ervas para hipertensos
Infelizmente, ainda não existe cura para a artrite reumatoide. No entanto, o tratamento adequado permite que o paciente tenha uma vida normal. Exceto em casos muito graves, recomenda-se a atividade física e exercícios fisioterápicos para recuperar o movimento das articulações. O uso de analgésicos e anti-inflamatórios também é importante para controlar os sintomas da artrite.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe um comentário ou resposta...