Publicado em

Argila medicinal: Cores e funções

As suas principais funções são a desintoxicação e a tonificação do organismo, mas também pode ser emoliente e nutritiva.

Existem diversos tipos de argila: branca, verde, preta, amarela, vermelha, cinzenta e outras. A cor da argila determina quais componentes minerais ela tem (como ferro, magnésio, cal, alumínio, cálcio, sódio, potássio, sílica e titânio). Os componentes minerais dão as propriedades específicas de cada argila, mas as propriedades de cada componente mineral ainda não são bem conhecidas. As argilas todas tem, no geral, as mesmas funções de desintoxicação e tonificação do organismo. Pela falta de estudos científicos na área, ainda não se pode afirmar que existam diferenças entre os tipos de argila e nem se sabe como se dão as propriedades. No entanto, as propriedades podem ser observadas no uso clínico e há algum conhecimento popular sobre a diferença de aplicação entre os diferentes tipos de argilas.

É necessário cuidado ao utilizar a argila medicinal, pois não é qualquer argila que pode ser usada em geoterapia, é necessário que a argila seja esterilizada, limpa, virgem (sem ser cozida), peneirada, não contenha impurezas (areia, saibro, pedras, impurezas, cacos de vidro, produtos químicos, adubos, esterco, minhocas, etc), seja de uma parte do solo a pelo menos 1 metro de profundidade (abaixo do húmus) e não seja cultivável (terra cultivável é fértil, argila não). Além disso, a argila deve ser guardada em potes de vidro, madeira, louça, esmaltados ou aço inoxidável (não pode ser de ferro, alumínio, cobre, estanho, galvanizado ou plástico), bem tampados, longe da luz. Bem armazenada a argila pode ser guardada por tempo indefinido. Depois de usada ela pode ser incorporada ao solo cultivável, pulverizando nos canteiros. Materiais que foram utilizados junto com a argila (como panos, gazes, bandagens, baldes e outros) podem ser lavados e reutilizados, a não ser que sejam produtos perecíveis (como folhas de couve, polpas de frutas naturais e outros) ou que tenham sido utilizados em foco infeccioso. Deve-se tomar cuidados para não deixar entrar argila no sistema de esgoto, pois pode entupir.

Argila Verde

A Argila Verde ou Montemolinorita – De origem francesa, sua coloração deve-se à presença de óxido de ferro associado ao magnésio, cálcio, potássio, manganês, fósforo, zinco, alumínio, silício, cobre, selênio, cobalto e molibdênio. De pH neutro, possui ação absorvente, combate edemas, é secativa, emoliente, anti-séptica, bactericida, analgésica e cicatrizante, indicada para as peles oleosas e acneicas e em produtos para cabelos oleosos.

Desinfrilta o interstício celular, esfoliante suave, promove a desintoxicação e regula a produção sebácea.

Argila Vermelha

A Argila Vermelha é uma Argila Secundária porosa, pouco densa, rica em óxido de ferro e cobre. Hidrata e previne o envelhecimento da pele. É anti-stressante, redutora de pesos e medidas. O Óxido de Ferro tem papel importante na respiração celular e na transferência de elétrons. Na pele, as carências deste elemento manifestam-se por uma epiderme fina, seca e com falta de elasticidade.

Argila Preta

A Argila Preta ou Lama Negra é considerada um material muito nobre. Este material é retirado de uma profundidade maior que 4 metros. Devido ao alto teor de Alumínio e Silício e baixo percentual de ferro, pode ser usado tanto para cosmética como paro tratamento de doenças. Seu teor de Titânio agrupado com elevados percentuais de Alumínio e Silício indica um material com excelente agente rejuvenescedor. Tem ação antiinflamatória, anti-artrósica, absorvente, antitumoral e anti-stress. Melhora a circulação sangüínea periférica favorecendo a reprodução celular.

Argila secundária de composição rica e diferenciada em sais minerais e oligoelementos muito importantes para o metabolismo da pele. São eles: silicato de alumínio e de magnésio, carbonato de cálcio e de magnésio, óxido de silício, de zinco e de ferro, enxofre. Tem atividade estimulante, antitóxica, nutriente (oligoelementos), anti-séptica, redutora e adstringente. É mais indicada paro tratamentos corporais, pois ativa a microcirculação sanguínea.

Argila Rosa

Ideal para peles cansadas e sem viço. Vitaliza a pele, devolve a luminosidade natural da pele, aumenta a circulação, absorve toxinas e hidrata a pele. A Argila Rosa é a mais suave de todas as Argilas- É indicada para peles sensíveis, delicadas, com vasinhos e rosácea, pois possui ação desinfetante, suavizante e emoliente

Argila Cinza

A Argila Cinza, Wilkinita ou Bentonita – É retirada de regiões vulcânicas dos EUA. Contém aproximadamente 60% de sílica, o que faz com que tenha grande afinidade com a água, sendo muito eficaz para inchaços e edemas. Tem pH mais alcalino, é antiedematosa, secativa e absorvente. É indicada para peles oleosas, manchadas, edemaciadas.

Argila Amarela

A Argila Amarela é rica em Dióxido de Silício e Silício que é o elemento catalisador para formação da base de colágeno da pele, por isso é indicada para rejuvenescimento e sugestãos cosméticos. Tem alta capacidade de troca de cátions e anions. Combate e retarda o envelhecimento cutâneo, nutre com seus sais minerais necessários para um tecido mais rígido e saudável sem deixá-lo ressecado. Tem ótimo efeito tensor e melhora a circulação sanguínea. Rica em Dióxido de Silício que tem papel fundamental na reconstituição dos tecidos cutâneos e na defesa do tecido conjuntivo. Tem ação hemostática, purificante, adstringente e remineralizante. Tem efeito hidratante na pele e reduz as inflamações. Também tem ação na elasticidade da pele atuando na flacidez cutânea.

Argila Bege

A Argila Bege é a mistura da Argila Marrom com a Argila Branca. Desta forma ela incorpora de forma mais suave às propriedades das duas argilas.

Argila Branca

A Argila Branca ou Caulim é uma argila primária composta de silicato de alumínio hidratado resultante da alteração de rochas lavadas pela chuva. Possui um pH muito próximo da pele e seus principais benefícios são: clarear, absorver oleosidade sem desidratar, suavizar, cicatrizar e catalisar reações metabólicas do organismo. É indicada para o tratamento de manchas, peles sensíveis e delicadas.

É a mais leve de todas, possui propriedades cicatrizantes, devido à elevada porcentagem de alumínio presente em sua composição. É a menos absorvente sendo indicada para produtos para peles sensíveis e também usada em máscaras faciais, loções e xampus para cabelos secos.

A Argila Branca contém diversos oligoelementos, entre os minerais encontrados destacam-se os de silício (na pele é um componente dos aminoácidos na proteína da pele), reduz as inflamações, tem ação purificante, adstringente e remineralizante, efeito anti-séptico, cicatrizante.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

2 comentários sobre “Argila medicinal: Cores e funções

  1. Obrigada pelo belo trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *