Publicado em

Ansiedade: Cure-a com alimentação

A ansiedade atrapalha e muito a vida das pessoas. É incrivelmente alto o número de clientes que padecem deste mal. Atrapalha na vida pessoal, conjugal, no trabalho e na sociedade de uma forma geral. Mas sempre há ajuda, quer seja na trofoterapia (a cura pelos alimentos), na fitoterapia (a cura pelas ervas) e na nosodioterapia (a cura pelos nosódios. Veja indicações fitoterápicas e nosodioterápicas no final do texto.

1. Banana

A banana é a fruta que mais auxilia no combate da depressão e alivia os sintomas da ansiedade, devido ao alto teor de triptofano, que colabora com a produção de serotonina.

2. Frutas Cítricas

A vitamina C, presente nas frutas cítricas, reduz a secreção de cortisol, hormônio liberado pela glândula adrenal em resposta ao estresse e a ansiedade. Elas promovem o bom funcionamento do sistema nervoso e aumentam a sensação de bem-estar.

3. Ovos, carne de carneiro, carne de bode e peixe de alto mar (com escamas)

Eles são excelentes fontes de triptofano, um tipo de aminoácido que alivia os sintomas de ansiedade. Uma vez no cérebro, o triptofano aumenta a produção de serotonina, o hormônio da felicidade. Rosana indica o consumo diário de duas a três porções deste tipo de alimento.

4. Carboidratos

Proveniente dos cereais e integrais, os carboidratos elevam o nível de açúcar no sangue, ao fornecerem energia, disposição e bem-estar. Pães, arroz, aveia, feijão, massas, batata e uvas fazem parte deste grupo alimentar.

5. Carnes e Peixes

São as melhores fontes naturais de triptofano, aminoácido que em conjunto com a vitamina B3 e o magnésio produzem serotonina, importante também no processo do sono. Mas evite as carnes de gado e de porco e seus entubados.

Além disso, as carnes e peixes contêm outro aminoácido chamado taurina, substância que aumenta a disponibilidade de um neurotransmissor chamado Gaba, que o organismo usa para controlar fisiologicamente a ansiedade.

6. Espinafre

O espinafre contém folato (ácido fólico), uma potente vitamina antidepressiva natural. O cérebro consome muita energia para funcionar e isso resulta na sobra de resíduos químicos oxidantes. É neste momento que alimentos como o espinafre começam a trabalhar para eliminar as substâncias em excesso.

7. Maçã

As maçãs são ricas em fibras de carboidratos, vitaminas A, B1, B2, B6, C, minerais, zinco, magnésio e selênio. Além de combater a ansiedade, relaxa.

8. Mel

O mel auxilia o organismo a produzir uma maior quantidade de serotonina, neurotransmissor que está intimamente ligado às mudanças de humor.

9. Jabuticaba

A fruta, que também é rica em carboidratos, fornecendo energia para o físico, possui vitaminas do complexo B, que agem como antidepressivos. A jabuticaba também contém ferro (que combate a anemia) e vitamina C (que aumenta as defesas do organismo).

10. Chocolate

O chocolate “é rico em flavonoides, um tipo de antioxidante que favorece a produção de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar e que melhora o humor, reduzindo a sensação de ansiedade. São recomendados cerca de 30 gramas de chocolate por dia, de preferência amargo, bem menos calórico e mais rico em flavonoides.

Tratamento Fitoterápico para Ansiedade

05 Floral Ansied: 30 gotas em 200 ml de água pela manhã.

Chá de Mulungú: 01 chá à noite – 01 colher de chá em 250 ml de água fervente, abafar, desligar o fogo e amornar. Nesta ordem. Tomar 30 minutos antes de deitar. Você amanhecerá de bem com a vida e assim permanecerá o dia inteiro, sem ansiedade. Este sugestão é para 06 meses.

Tratamento Nosodioterápico para Ansiedade

Constitucional de Bach: Para indicar preciso saber sua idade, peso e altura

Psico Nosódio – Drenador: É utilizado para drenar sintomas mentais (ansiedade, tristeza, medo, depressão etc.)

Nosódio Cerebral: É utilizado nos casos de isquemia, demência, ansiedade, depressão, trombose, distúrbios do sono, epilepsia, Alzheimer, aneurisma, hemorragias,

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *