Publicado em

Chá de Especiarias

O programa Globo Repórter numa sexta-feira contou a história da dona Nilza, uma aposentada que toma todos os dias um chá ensinado no programa há dois anos. Segundo ela, o chá promoveu enormes mudanças em sua vida, acabando com as dores que sentia.

A repórter do programa foi até a Universidade Federal de Viçosa (UFV), onde a nutricionista Ana Vládia Moreira estudou os benefícios desse chá. Em suas pesquisas, a nutricionista testou as propriedades do chá com atletas. Após 3 meses de investigação, observou-se que eles sentiam menos dores, mesmo depois de praticar exercícios pesados.

Segundo a pesquisadora, esse efeito é causado pelas substâncias fenólicas, liberadas pelas especiarias, que possuem efeito anti-inflamatório, diminuindo as dores musculares. Veja como preparar o chá.

Ingredientes:

Aconselho a usar como medida uma xícara de café, e, se gostar da receita poderá usar uma xícara de chá.
1 medida de erva doce desidratado
1 medida de canela em pau
1 medida de sementes de mostarda

Modo de Fazer:

Primeiramente, pique, triture ou reduza ao mínimo e misture todas as especiarias. Coloque num ponte de vedação excelente e etiquete com o nome da "poção" e a data de fabricação. Se guardar na geladeira a validade será de seis meses.

No tempo da vovó seria assim: Separe 1 colher de chá da mistura e coloque em um pedaço pequeno de pano específico para alimentos. Mas nada impede que hoje, você possa utilizar uma touca descartável para fazer os sachês de chá, cortando-a em pequenos pedaços. Feito isso, basta amarrar o paninho com um barbante. Faça o mesmo procedimento com toda a mistura e guarde os sachês em um recipiente seco e limpo. Cada sachê servirá para o preparo de uma xícara do chá de especiarias.

Posologia

O ideal é tomar apenas 1 xícara do chá todos os dias. Nos homens o efeito da bebida é mais rápido, mas nas mulheres pode levar até 3 meses. Por isso é importante que o consumo seja diário.

Cuidados

Não é recomendado que se tome o chá mais de uma vez no dia. Segundo a pesquisadora da UFV, o consumo excessivo da bebida pode fazer mais mal à saúde do que bem.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe um comentário ou resposta...