Publicado em

Ácido úrico e Gota

O ácido úrico elevado é o que nosso organismo precisa para nos “brindar” de maneira nefasta, com um problema extremamente doloroso com a gota.

Gota é uma artrite inflamatória induzida pela deposição de cristais de urato monossódico no líquido articular e outros tecidos. É a doença articular inflamatória mais prevalente, afetando cerca de 1-2% dos adultos.

Acomete mais homens do que mulheres numa proporção de 4 homens para 1 mulher. Em homens a doença surge principalmente após os 40 anos de idade e nas mulheres após os 60 anos. A gota é a causa mais comum de inflamação da articulação em homens acima de 40 anos de idade. Na mulher é uma doença rara. Sua incidência aumenta após a menopausa.

O ácido úrico é o produto final do metabolismo das purinas e quando sua concentração plasmática fica maior do que 7mg/dl nos homens e 6mg/dl nas mulheres, ocorre supersaturação e precipitação em forma de cristais nas articulações e outros órgãos. Os cristais, por sua vez, são fagocitados pelos polimorfonucleares, desencadeando todo processo inflamatório local.

Quando presente no sangue em altas doses, o ácido úrico, em forma de cristais, pode depositar-se nas articulações. A região fica inchada, vermelha e muito dolorida. Quando as células do corpo são destruídas para que novas células se instalem no organismo, os núcleos de cada uma eliminam substâncias que devem ser excretadas pelo corpo. O ácido úrico é uma delas e deve ser jogado fora pela urina.

A doença associa-se frequentemente com síndrome metabólica (hipertensão arterial, IMC elevado, insulinoresistência, doença coronariana, dislipidemia) e pode evoluir com insuficiência renal crônica, com grande impacto econômico e na qualidade de vida.

A obesidade e a alteração para pior dos hábitos alimentares são fatores desencadeantes da elevação do ácido úrico e consequentemente da gota, que para piorar ainda vão comprometer os rins.

Classificação da gota:

A gota acontece quando há um acúmulo de ácido úrico no sangue. Isso pode acontecer tanto pela produção excessiva quando pela eliminação deficiente da substância. Com o aumento da concentração de ácido úrico no sangue, ocorre a deposição de cristais nos tecidos, principalmente nas articulações, causando inflamação. Se não tratada a tempo, a gota pode debilitar órgãos como os rins. Os cristais de ácido úrico se depositam nos rins produzindo alterações funcionais desse órgão. Pode haver formação de cálculos, produzindo cólicas renais. Também podem ocorrer depósitos de cristais debaixo da pele, formando protuberâncias localizadas nos dedos, cotovelos e orelhas. São os chamados tofos.

É típico que as primeiras crises de gota acometam somente uma articulação (85% dos casos). Iniciam-se abruptamente, geralmente durante a noite ou de madrugada. A articulação envolvida torna-se dolorosa, quente, avermelhada e inchada. Pode ocorrer febre baixa.As primeiras crises normalmente se resolvem espontaneamente em 3 a 4 dias. Se a gota não for tratada com atenção desde sua primeira manifestação, é possível que a doença atinja outras articulações e se torne crônica, com crises permanentes. A chamada gota crônica é o estágio mais sério da doença, pois as complicações já se instalaram.

Primária: Decorrente de um erro inato do metabolismo das purinas (superprodução e/ou insuficiência na excreção renal de ácido úrico).

Secundária: Relacionada com outras condições ou enfermidades que elevam os níveis de ácido úrico (alcoolismo, doenças mieloproliferativas, anemias hemolíticas, policitemia, psoríase, quimioterápicos, warfarin, vit. B12, aspirina em baixas doses, tiazídicos, etambutol, pirazinamida, fenilbutazona, doença renal, hipertensão, etc.)

Como deve se alimentar quem tem gota ou ácido úrico elevado:

  • Frutas em geral,

  • Hortaliças (a maioria pode ser usada, com exceção da acelga).

  • Faça uso constante de tomate, vagem, batata, beterraba, almeirão, chicória e alface.

  • Leite, iogurte, ovos e cereais, como arroz, pães, massas e biscoitos (cuidado com os três últimos que, devido ao glúten, não são muito saudáveis. Dê preferência aos mesmos produtos, mas feitos com milho e não com farinha de trigo, um pouco mais caro, mas muito mais saudável.

  • Tomar bastante água para eliminação do ácido úrico. 01 litro para cada 30 kg de peso.

  • Frutas cítricas (limão, laranja, etc): apesar de serem ácidos no sabor, seu efeito no sangue é alcalinizante, favorecendo a eliminação do ácido úrico. O tomate não tem relação com as crises de gota.

Passe longe desses alimento para evitar ou diminuir o problema:

  • Queijos, especialmente os amarelos (mussarela e queijo prato) por possuírem alto teor de gordura,

  • Vísceras (rins, fígado, coração, miolo e moela),

  • Carnes em geral, principalmente as vermelhas,

  • Peixes gordos (arenque, cavalinha, atum e sardinha),

  • Bebidas estimulantes (café, coca-cola, chá mate e guaraná em pó),

  • Bebidas alcoólicas especialmente a cerveja que é rica em purinas,

  • Feijão, ervilha,

  • Temperos prontos como caldo de carne e de galinha, sazon.

    Dicas saudáveis:

  • Abandone o uso de bebidas alcoólicas (substitua por sucos naturais);

  • Evite fontes de gordura saturada: frituras, carnes gordas, queijos gordos, manteiga e margarina, presunto, toucinho, bacon, gordura vegetal e banha;

  • Mastigue muito bem os alimentos para evitar a ingestão excessiva;

  • Controle seu peso;

  • Nunca jejuar tendo gota, pois seu corpo pode utilizar a proteína como fonte de energia e levar ao aumento do ácido úrico;

  • Beba muita água, sucos frescos, chás;

    Como tratar a gota de modo eficiente: Com Nosodioterapia.

    1 – A Série Ácido Úrico – Completa: É utilizada com eficiência nos casos de gota.

    Composição: Essência Vibracional de água de nosódio de ácido úrico. São 12 frascos numerados de 01 a 12 em ordem crescente, respectivamente com 30, 120, 210, 300, 390, 480, 570, 660, 750, 840, 930, 1020 CNV.

    Para o uso de nosodioterapia, faz-se nescessário utilizar um Constitucional em dose única (repetido a cada 3 meses) antes de iniciar o tratamento com Nosódios para que o efeito seja relevante.

    Posologia: 05 gotas por via oral duas vezes ao dia. Em crianças abaixo de 5 anos 1 gota por ano de vida. Exemplo Crianças com 2 anos = 02 gotas 02 vezes ao dia. Iniciar pelo frasco n° 01 e sucessivamente até o n° 12.

    Apresentação: 12 Frascos, de número 01 a 12, pet âmbar contendo 20 ml de solução hidroalcoólica a 30.

    A Série

    A Série vai das doses mais diluídas até as mais materiais, dessensibilizando o paciente. As dinamizações nunca serão inferiores a 30 CNV., o que impede a existência de traços materiais da substância utilizada. A dinamização inicial nesses casos é 1020 CNV. e a final 30 CNV., sendo que as intermediárias podem ser de 30 em 30, 60 em 60, ou 90 em 90. Por exemplo, 30, 120, 210, 300, 390, 480, 570, 660, 750, 840, 930, 1020 CNV. – no caso de 30 em 30, e as respectivas dinamizações nas outras situações. A repetição das doses é diária, Com isso a série demora 1 ano exato, se o paciente tomar direitinho a série.

    2 – Abandone Algumas pessoas precisam de restrição alimentar e do nosso Floral Essencial Aciuridil porque têm excesso de produção e dificuldade de excreção do ácido úrico, e para quem já tem gota, deve ser incluído no tratamento nosso Floral Essencial Gotil .

    3 – Se você está com a taxa de ácido úrico num nível bom, lembre-se de mantê-lo com uma alimentação saudável e exercícios físicos regulares, pois evitam a elevação do nível do ácido úrico e, consequentemente, afastam a possibilidade de vir a sofrer com a gota.

    Quais são as articulações mais afetadas na gota?

    A articulação do pé, por ser naturalmente desprotegida, é geralmente a primeira a ser atingida pela gota. A dor é aguda e súbita e a região onde a crise acontece fica vermelha e muito inchada. Os sintomas da primeira manifestação da doença duram entre três e quatro dias. Se não for feito um tratamento devido desde a primeira manifestação da gota, as crises continuarão e poderão atingir outras articulações como as do joelho.

    As articulações do dorso do pé, tornozelos, dedos, punho, cotovelo, mãos e ombros também poderão ser atingidas.

    Fatores desencadeantes de crise de gota

    1 – Ingestão de álcool, principalmente vinho tinto e cerveja

    2 – Dieta rica em alimentos que aumentam o ácido úrico

    3 – Trauma físico

    4 – Uso de diuréticos

    Cuidados que devem ser tomados:

    Os portadores de gota devem ter cuidado com agentes que podem desencadear a crise, tais como traumas articulares e excesso de determinados alimentos como a carne vermelha, atum, sardinha, vinho, cerveja, etc. O único modo de evitar o aparecimento dos tofos é o tratamento regular e uma alimentação o mais natural possível. Uma vez estabelecida a gota crônica (tofos), devem ser evitadas infecções locais, para isso é importante evitar traumas (por exemplo, usar calçados que não machuquem os pés) e , caso saia alguma secreção esbranquiçada do tofo, deve-se lavar a lesão com soro fisiológico 0,9% e fazer um curativo; além disso, o médico deve ser procurado para avaliar a necessidade de antibióticos para evitar um processo de osteomielite (infecção do osso).

    Exames complementares para diagnóstico da gota:

  • Hemograma completo,

  • VHS,

  • PCR,

  • ácido úrico sérico,

  • ureia,

  • creatinina,

  • clearance de creatinina,

  • raios X de articulações envolvidas,

  • sinovioanálise (pesquisa de cristais no microscópico de luz polarizada, bacterioscopia e cultura para microrganismos),

  • uricosúria de 24 horas.

  • Investigação e controle de síndrome metabólica: glicemia, colesterol total, HDL, LDL, Triglicérides.

    Recomendações importantes:

  • Reduzir peso/ estimular atividade física; parar fumar, álcool; restringir frutos do mar e carne vermelha.

  • Controlar pressão arterial, diabetes, dislipidemia.

  • Aumentar a ingestão de líquidos.

  • Monitorar função renal e níveis de ácido úrico.

Atenção: Qualquer produto citado neste post não é um medicamento e não substitui o tratamento médico. Terapias citadas neste post não substituem a visita ao seu médico regularmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *